Bragantino mantém esperança mesmo com grande de chances de cair

Com grandes de chances de ser rebaixado no Campeonato Paulista, o Bragantino vive dias na UTI. Mas como onde há vida há esperança, para o técnico Vágner Benazzi o time não vai se entregar antes da disputa dos dois últimos jogos, contra Rio Claro, fora, e Audax, em Bragança. Ele se apoia na própria matemática para explicar seu raciocínio.

Estadão Conteúdo

30 Março 2015 | 21h04

"Temos chances de vencer os dois jogos e chegar aos 13 pontos. Teremos quatro vitórias e podemos superar outros clubes ameaçados neste item em caso de igualdade em pontos", aponta Benazzi, que promete trabalhar "jogo a jogo". Inicialmente ele vai dedicar a semana toda para o confronto com o Rio Claro, no próximo domingo.

"Só com uma vitória é que vamos nos manter vivos. Então, agora, nossa atenção máxima será em cima deste jogo", concluiu. Na prática, porém, a situação é delicada. O Bragantino só tem sete pontos, na penúltima posição. Em 13 jogos, só venceu duas vezes e dentro de casa: 1 a 0 em cima do São Bernardo e do Marília, primeiro clube rebaixado para a Série A2.

Mais conteúdo sobre:
futebol Bragantino Campeonato Paulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.