Bragantino: roupeiro explica agressão

José Picanha, o roupeiro do Bragantino, se apresentou à Polícia na quarta-feira, quando deu sua versão sobre a agressão ao jogador Neto, de 22 anos, que sofreu traumatismo craniano. Segundo ele, seu objetivo era apenas "assustar" um grupo de atletas que estavam dentro da rouparia do estádio Marcelo Stefani, em Bragança Paulista, na última segunda-feira.O estado de saúde de Neto, que chegou a ficar internado na UTI do Hospital Universitário da cidade, é bom. Ele já foi para o quarto, reconheceu os amigos e tranqüilizou a todos. O caso foi registrado na Polícia como agressão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.