Bragantino supera Penapolense por 3 a 2 e volta a vencer em casa

Time alcançou a sua segunda vitória atuando em Bragança Paulista, no Estádio Nabi Abi Chedid

AE, Agência Estado

16 de março de 2013 | 18h37

BRAGANÇA PAULISTA - O Bragantino alcançou neste sábado a sua segunda vitória atuando em Bragança Paulista, no Estádio Nabi Abi Chedid, neste Campeonato Paulista. Em uma partida muito disputada, venceu o Penapolense por 3 a 2, pela 12.ª rodada da competição.

Este foi o segundo triunfo do time, que só tinha vencido o São Bernardo em seus domínios, em sete partidas disputadas, tendo outros três empates e duas derrotas. Com estes três pontos, chegou aos 17, em nono lugar. Já o Penapolense ficou com os mesmos 16 pontos, em décimo, perdendo a colocação para o próprio Bragantino.

Como esperado, o Bragantino começou o jogo no campo de ataque, pressionando e buscando de todos os lados o primeiro gol. Com cruzamentos e jogadas rápidas, o time de Bragança abriu o placar aos 21 minutos. Após cruzamento de Serginho, Léo Jaime apareceu no segundo pau e, livre, completou para o gol de canela.

O Penapolense melhorou e teve uma boa chance, aos 29 minutos, mas parou no goleiro Rafael Defendi. Porém, aos 42 minutos, o goleiro não evitou o gol. Numa linda jogada, Rodrigo Biro passou por dois marcadores e bateu de fora da área, por cobertura, sem chances para o goleiro da casa.

O segundo tempo começou equilibrado, mas, aos 19 minutos, a estrela de Léo Jaime brilhou novamente. Após receber passe em diagonal, ele soltou um petardo da entrada da área, no ângulo de Marcelo. Este foi seu sétimo gol, dividindo a artilharia do Paulistão com Lincom, seu companheiro de time.

Três minutos depois, o Penapolense chegou ao empate. Após cruzamento, a defesa não aliviou e a bola subiu. Na queda, a defesa ficou olhando e Silvinho bateu de primeira, surpreendendo a marcação. No entanto, o Bragantino voltou a ficar na frente do placar, aos 26 minutos. Geandro cruzou e a defesa afastou mal, no pé de Serginho. Ele bateu de primeira, rasteiro, e a bola ainda desviou na defesa antes de entrar.

No final, o Penapolense pressionou e teve até quatro atacantes em busca do gol de empate. Mas esbarrou no sistema defensivo da equipe da casa, que trabalhou bem até o final do jogo, evitando empates de últimos minutos como contra Santos, Corinthians e Linense.

Os dois times voltam ao gramado na próxima quarta-feira, às 19h30. Enquanto o Bragantino visita o Oeste, em Itápolis, o Penapolense também joga fora de casa, desta vez contra o Linense.

BRAGANTINO 3 x 2 PENAPOLENSE

BRAGANTINO - Rafael Defendi; Geandro, André Astorga e Raphael Andrade; Malaquias, Serginho, Moisés, Neto (Graxa) e Léo Jaime (Bruno Iotti); Matheus (Magno); Malaquias e Lincom. Técnico - Mazola Júnior.

PENAPOLENSE - Marcelo; Alex Travassos (Val Baiano), Jailton, Gualberto e Rodrigo Biro; Heleno, Liel, Neto (Magrão) e Guaru; Silvinho e Fio (Felipe Alves). Técnico - Pintado.

GOLS - Léo Jaime, aos 21, e Rodrigo Biro, aos 42 minutos do primeiro tempo; Léo Jaime, aos 19, Silvinho, aos 24, e Serginho, aos 26 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Thiago Duarte Peixoto.

CARTÕES AMARELOS - Moisés, Bruno Iotti, André Astorga e Malaquias (Bragantino); Alex e Neto (Penapolense).

RENDA - R$ 8.409,00.

PÚBLICO - 509 pagantes.

LOCAL - Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.