Bragantino vence com goleada e volta à zona de classificação do Paulista

Equipe de Bragança aproveitou fragilidade do adversário e o superou por 4 a 2, fora de casa

AE, Agência Estado

26 de fevereiro de 2012 | 20h35

CATANDUVA - O Bragantino não desperdiçou a chance de enfrentar o frágil Catanduvense e venceu por 4 a 2, neste domingo, mesmo atuando no Estádio Silvio Salles, no fechamento da décima rodada doCampeonato Paulista. A vitória deixou o time de Bragança Paulista com 15 pontos, de volta à zona de classificação, em sétimo lugar. Já a equipe de Catanduva continua na zona de descenso, com sete pontos, em 18.º lugar.

O destaque da partida foi o meia Fernando Gabriel, que marcou três gols ainda no primeiro tempo, sendo dois deles em cobranças de falta. O outro gol do Bragantino foi de Romarinho, enquanto o Catanduvense diminuiu com o zagueiro Ednei, num lance ocasional, e o atacante Alemão.

Depois do tropeço em casa, na quarta-feira, ao perder para o Guaratinguetá, por 3 a 1, o time da casa precisava vencer e começou bem, com dois chutes de Alemão. Mas o Bragantino se fechou bem à espera de suas chances e abriu o placar aos 21 minutos, em cobrança de falta perfeita de Fernando Gabriel. Ele encobriu a barreira e mandou a bola no ângulo.

O próprio meia ampliou, novamente de falta, aos 18 minutos. Desta vez ele bateu por fora da barreira, mas também no ângulo. Aos 45 minutos, Fernando Gabriel voltou a marcar, após receber a bola dentro da área, ajeitar rápido e bater no alto, fazendo 3 a 0.

No segundo tempo, o Catanduvense voltou com duas mudanças. Entraram os atacantes Alex William e Dairo, respectivamente, nos lugares de Diniz e Tiago Mineiro. Mas a esperança logo terminou, quando Romarinho, aos seis minutos, fez o quarto gol. Ele pegou o rebote do goleiro Fillipi, que não segurou o chute à queima roupa de Victor Ferraz.

A vantagem fez o Bragantino diminuir o ritmo e o Catanduvense diminuiu aos 13 minutos. Após escanteio, a defesa não cortou, a bola tocou nas pernas do zagueiro Ednei e entrou. O time da casa ainda criou outras chances, mas mostrou fragilidade nas conclusões. Aos 44 minutos, Alex Willian errou o chute, mas Alemão esticou o pé e desviou para as redes, dando números finais ao jogo: 4 a 2.

Na abertura da 11.ª rodada, o Bragantino vai receber o Comercial, em Bragança Paulista, quarta-feira, às 17 horas. À noite, o Catanduvense tem um desafio muito complicado, porque vai até São Paulo enfrentar o líder Corinthians, dentro do Pacaembu.

CATANDUVENSE 2 X 4 BRAGANTINO

CATANDUVENSE - Filippi; Lorran, Cléber, Ednei e Anderson Paim; Du, Fabinho Carioca, Nenê Bonilha (Samuel) e Diniz (Alex Willian); Tiago Mineiro (Dairo) e Alemão. Técnico - Roberval Davino.

BRAGANTINO - Rafael; Júnior Lopes, André Astorga e Luis Henrique (Luciano Castan); Victor Ferraz, Serginho (Diego Paulista), Cambará, Fernando Gabriel e Léo Jaime (Paulo Roberto); Romarinho e Giancarlo. Técnico - Marcelo Veiga.

Gols - Fernando Gabriel, aos 21, 28 e 45 minutos do primeiro tempo; Romarinho, aos 6, Ednei, aos 13, e Alemão, aos 44 minutos do segundo tempo.

Árbitro - Rodrigo Guarizo do Amaral.

Cartões amarelos - Serginho, Giancarlo, Luis Henrique, Diniz, Lorran, Alemão e Dairo.

Renda -  R$ 12.975,00.

Público - 656 pagantes.

Local - Estádio Silvio Salles, em Catanduva.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.