Reprodução/Bragantino Twitter
Reprodução/Bragantino Twitter

Bragantino vence o Vila Nova e aumenta vantagem na liderança da Série B

Foi a segunda vitória consecutiva do time paulista, que se manteve na liderança da competição, agora com 26 pontos

Redação, Estadão Conteúdo

27 de julho de 2019 | 21h38

Fora de casa, o Bragantino voltou a vencer na noite deste sábado, quando enfrentou o Vila Nova e fez 1 a 0, no estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO), pela 12ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Foi a segunda vitória consecutiva do time paulista, que se manteve na liderança da competição, agora com 26 pontos - quatro a mais que o Paraná, vice-líder e que perdeu para o Sport, por 1 a 0, na sexta-feira à noite. O Bragantino ainda tem a defesa menos vazada até agora, com apenas cinco gols sofridos em 12 jogos.

Situação inversa a do Vila Nova, que chegou a três jogos sem vitória, sendo duas derrotas seguidas - antes já havia perdido para o Coritiba, por 2 a 0, no Paraná. Os goianos aparecem na 16ª posição, com 11 pontos. Um ponto a mais que o Vitória, primeiro time na zona de rebaixamento.

O primeiro tempo foi pouco movimentado, com o Bragantino tocando melhor a bola e aproveitando os espaços que o Vila Nova deixou no sistema defensivo. Em rápida troca de passe, o time paulista abriu o placar aos 27 minutos. Claudinho tocou para Ytalo e o meia finalizou no ângulo, por cobertura: golaço.

O Vila Nova demorou a responder e criou a melhor oportunidade apenas aos 40 minutos. Maílson recebeu bola na ponta da área e chutou cruzado com a perna esquerda. O goleiro Júlio César defendeu e a zaga afastou o perigo da grande área.

No segundo tempo, o técnico Marcelo Cabo fez alterações mais ofensivas e o Vila Nova passou a atacar mais o Bragantino. Aos 11 minutos, após cobrança de falta, o zagueiro Wesley Matos subiu mais alto que os marcadores e cabeceou à esquerda do goleiro Júlio César.

Ainda no ataque, o Vila Nova envolveu o Bragantino e, aos 23, voltou a assustar Júlio César. Após chute cruzado de Elias, Capixaba, de carrinho, chegou atrasado e não conseguiu completar para as redes. Depois, aos 26, foi a vez de Carlinhos finalizar colocado e quase acertar o canto direito do goleiro do Bragantino.

A tendência era que nos minutos finais o Vila Nova fosse para o famoso tudo ou nada, mas a proposta não teve êxito devido a expulsão do volante Joseph, aos 38 minutos do segundo tempo. Com um homem a menos, os goianos tiveram ainda mais dificuldade para passar pela defesa adversária.

Em situação confortável em campo, o Bragantino teve a chance de liquidar o confronto em contra-ataque. Aos 42 minutos, Claudinho fez jogada individual e tocou para Morato, que acabou travado por Wesley Matos.

O Vila Nova volta a campo na terça-feira para enfrentar o Brasil, às 19h15, no estádio Bento Freitas, em Pelotas (RS). No mesmo dia, mas às 21h30, o Bragantino recebe o Cuiabá, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP). Ambos pela 13ª rodada.

FICHA TÉCNICA:

VILA NOVA 0 x 1 BRAGANTINO

VILA NOVA - Rafael Santos; Jeferson, Wesley Matos, Diego Jussani e Romário; Joseph, Neto Moura e Alan Mineiro (Capixaba); Robinho, Bruno Mota (Carlinhos) e Maílson (Elias). Técnico: Marcelo Cabo.

BRAGANTINO - Júlio César; Aderlan, Ligger, Rayan e Edimar; Barreto (Ricardo Ryller), Uilliam Correia e Ytalo; Claudinho (Rayne), Robinho (Morato) e Bruno Tubarão. Técnico: Antônio Carlos Zago.

GOL - Ytalo, aos 27 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Jeferson, Wesley Matos (Vila Nova); Barreto (Bragantino).

CARTÃO VERMELHO - Joseph (Vila Nova).

ÁRBITRO - Dyorgines Padovani de Andrade (ES).

RENDA - R$ 18.820,00.

PÚBLICO - 1.346 pagantes (2.228 no total).

LOCAL - Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.