Brasil começa a caminhada rumo ao hexacampeonato

Chegou a hora de partir em busca do hexa. A seleção brasileira estréia nesta terça-feira na Copa do Mundo da Alemanha, às 16 horas (horário de Brasília), em Berlim ? Globo, SporTV, ESPN Brasil e BandSports transmitem ao vivo. O primeiro adversário do Grupo F é a Croácia, apontada justamente como a mais forte candidata a ficar com uma das duas vagas nas oitavas-de-final, ao lado do favorito Brasil ? na abertura dessa chave, a Austrália venceu o Japão por 3 a 1.Mais do que conseguir a classificação na primeira fase, o Brasil é o grande favorito ao título da Copa. Afinal, não teve grandes problemas na sua preparação, foi campeão das últimas edições da Copa América (2004) e da Copa das Confederações (2005) e, principalmente, reúne um grupo de jogadores de destaque no futebol mundial. Isso sem contar que defende o título conquistado na última Copa, em 2002, na Coréia do Sul e no Japão ? além disso, foi vice em 98 (França) e campeão em 94 (EUA), cumprindo uma incrível seqüência vitoriosa.Para a estréia, o técnico Carlos Alberto Parreira não tem dúvidas ou problemas. Poderá usar o time que já está escalado há muito tempo. A defesa, que nos últimos dias treinou muito as bolas aéreas ? principal arma croata -, terá o goleiro Dida, os laterais Cafu e Roberto Carlos e os zagueiros Lúcio e Juan. Para ajudá-los na marcação, os volantes Emerson e Zé Roberto. E na frente, o destaque da seleção brasileira: o quadrado mágico, com Ronaldinho Gaúcho, Kaká, Adriano e Ronaldo.Apesar desse time ter se acostumado a dar show quando entra em campo, Parreira já avisou que não está preocupado com uma exibição de gala nesta estréia. Segundo o treinador, o mais importante é começar bem a competição, com uma vitória. Para não ser surpreendido, ele trabalhou bastante o posicionamento da defesa nos treinamentos em Weggis (Suíça) e Königstein (Alemanha), onde a seleção fez sua preparação para a CopaOs astros estão preparadosNos últimos dias, os jogadores brasileiros, mesmo os mais experientes, admitiram a ansiedade para o começo dos jogos. A preparação já foi feita e agora é hora de colocar tudo em prática. ?Sabemos da nossa responsabilidade e do que podemos fazer?, avisa Ronaldinho Gaúcho, eleito o melhor do mundo pela Fifa nas duas últimas temporadas. Parreira também vive a ansiedade da estréia, mas garante estar tranqüilo, apesar da responsabilidade de conquistar o título. ?Sou um facilitador de talentos?, diz o treinador, ciente do excelente grupo que tem nas mãos. ?Temos 23 jogadores do mesmo nível. Nenhuma outra seleção tem isso.? A estréia do Brasil tem um significado especial para Ronaldo, que irá completar nesta terça-feira 100 partidas com a camisa da seleção. Depois de uma preparação conturbada, com bolhas no pé e polêmica com o presidente Lula, o atacante garante que está preparado para brilhar na Alemanha, onde pode se tornar o maior artilheiro da história da Copa do Mundo: tem 12 gols marcados, contra 14 do alemão Gerd Müller. ?Esse é um objetivo, mas a prioridade é o título?, admite o jogador.Única seleção a participar de todas as 17 edições de Copa realizadas até agora, o Brasil é também o dono do maior número de títulos: foram 5 até agora. Considerada sempre uma das favoritas, a seleção brasileira dessa vez chega para a disputa ainda mais badalada. Resta agora confirmar tudo o que se espera dela e voltar da Alemanha com o hexacampeonato mundial.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.