Brasil, de Marta, goleia e garante vaga nas Olimpíadas

Brasileiras goleiam Gana por 5 a 1 e vão a Pequim com chances de conquistar primeiro ouro no futebol do País

Tercio David, estadao.com.br

19 de abril de 2008 | 10h40

A equipe de Marta, Cristiane, Formiga e companhia finalmente garantiu uma vaga nos Jogos Olímpicos de Pequim, e com direito a goleada. Vice-campeão Mundial, medalha de prata em Atenas e campeão pan-americana, o Brasil venceu Gana por 5 a 1, na manhã deste sábado, em Pequim, no jogo repescagem valendo a última vaga do futebol feminino nas Olimpíadas.   Veja também:  Cristiane comemora vaga da seleção feminina de futebol   Com a garantia da classificação, o Brasil juntou-se a Argentina, Estados Unidos, Canadá, China, Nova Zelândia, Alemanha, Noruega, Suécia, Nigéria, Japão e Coréia do Sul.   Com obrigação de vencer, o vice-campeão do mundo Brasil entrou em campo sentindo a responsabilidade, errando vários lances fáceis no meio-de-campo. As dificuldades iniciais também aconteceram porque a frágil equipe de Gana marcava bem no começo.   A novata Bárbara era uma das que mais sentiu a pressão inicial - também por substituir a experiente Andréa, que não foi liberada pelo seu time para este jogo. A goleira era a única do time titular que participou da campanha da medalha de prata em Atenas.   Mas o nervosismo só durou até Marta brilhar. Foi dela o primeiro lance que tirou um "uuuuh" da torcida, na bola ajeitada por Cristiane na área, que camisa 10 mandou de primeira no travessão.   Na segunda chance que teve, Marta acertou o gol. Aos 18, ela cobrou bem uma falta do bico da grande área, num chute que ficou entre um cruzamento e batida para o gol. A goleira Suleimana fez a sua parte, perdeu o tempo da bola e acabou nem tocando nela. Brasil 1 a 0.     Vencendo, o Brasil recuperou a tranqüilidade e o domínio do jogo. Aí, a melhor qualidade técnica da equipe brasileira pode fazer a diferença. Mostra disto, foi o belo gol marcado por Cristiane. Aos 41, Marta fez grande passe por elevação para a camisa 11, que um toque sutil e encobriu Suleimana.    Brasil 5 Bárbara, Aline, Renata Costa e Tânia; Maycon, Ester, Formiga, Daniela Alves e Rosana; Marta e Cristiane (Grazielle). Técnico: Jorge Barcellos  Gana 1 Suleimana, Amoako     Ibrahim, Avoe e Boakye; Abdul, Okoe, Adjoa Bayor (Okai    ) e Boakye; Foriwa e Amankwa. Técnico: Mumuni Gamel. Gols: Marta, aos 18, e Cristiane, aos 41 minutos do primeiro tempo. Aline, aos 7, Cristiane, aos 25, Rosana, aos 26, Amankwa, aos 30 minutos do segundo tempo.Árbitro: Niu Huijun (CHI)Estádio: dos Trabalhadores, em Pequim (CHI) Toda a dificuldade dos primeiros minutos do jogo foi esquecida completamente no segundo tempo. Tanto que, logo aos 7 minutos, Formiga bate escanteio e Aline, se livrando da marcação, cabeceou firme, no ângulo, no contra pé da goleira Suleimana, para fazer 3 a 0.     O terceiro gol brasileiro mostrou o caminho mais fácil para a Olimpíada: pelo alto. Foi assim que saiu o quarto gol. Depois de uma cobrança falta de Daniela Alves da direita da área ganesa, Cristiane subiu mais que todo mundo e desviou de cabeça para o gol.   Um minuto mais tarde, a receita funcionou novamente. Após bola alçada na área, agora pela esquerda, Cristiane ajeitou de cabeça na segunda trave para a chegada de Rosana, também de cabeça, completar para marcar o quinto gol.   Tinha ficado tão fácil, que o Brasil se deu ao luxo de uma pequena distração. Aos 30, Foriwa fez bom passe para Amankwa, que ganhou da marcação na corrida e tocou na saída de Bárbara para fazer o gol de honra ganês.

Tudo o que sabemos sobre:
Martaseleção brasileiraPequim 2008

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.