Brasil de Pelotas confirma presença no Gaúcho

Mesmo abalado pela tragédia que matou três de seus profissionais e deixará pelo menos outros cinco afastados dos campos por alguns meses, o Brasil de Pelotas decidiu participar do Campeonato Gaúcho, que começa nesta terça-feira. A informação foi divulgada pelo presidente do clube, Helder Lopes, depois de uma reunião com o presidente da Federação Gaúcha de Futebol, Francisco Noveletto, nesta segunda-feira à noite.O pacote que vai manter o clube na competição prevê o adiantamento, pela Federação, de algumas verbas de apoio que seriam distribuídas durante o ano, para que o Brasil possa pagar indenizações às famílias do atacante Claudio Milar, do zagueiro Régis e do preparador de goleiros Giovani Guimarães, mortos no acidente com o ônibus que conduzia o time na noite de quinta-feira passada, e salários dos integrantes da comissão técnica e jogadores feridos.Pelo acordo, o Brasil só estreará na quinta rodada, na primeira semana de fevereiro. Depois se submeterá a uma maratona para recuperar os jogos atrasados. Se for mal, contudo, não estará isento de cair para a segunda divisão - a ideia chegou a ser veiculada, mas foi rejeitada.Nesta terça-feira, Lopes inicia contatos com dirigentes do Grêmio e do Internacional e com empresários que prometeram ceder jogadores gratuitamente para o clube não suspender suas atividades. Também visita o técnico Armando Desessards no hospital para saber se ele está em condições e quer treinar a equipe, ou se sugere um substituto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.