Brasil decepciona e empata sem gols com a Colômbia

Assim como foi pela 8.ª rodada das Eliminatórias, quando empatou com a Bolívia, o Brasil voltou a desapontar a torcida e não saiu da igualdade por 0 a 0 contra a Colômbia, nesta quarta-feira, no Maracanã. Naquela oportunidade, a seleção vinha de uma boa vitória sobre o Chile, em Santiago, da mesma forma que desta vez jogou motivada pela goleada em cima da Venezuela, fora de casa.O resultado, que foi o terceiro empate consecutivo sem gols em casa, manteve o time do técnico Dunga na vice-liderança do classificatório para a Copa do Mundo de 2010, com 17 pontos. Argentina e Chile vêm logo atrás, com 16. A Colômbia permanece na sétima posição, somando 11 pontos. O líder isolado é o Paraguai, com 23. A próxima rodada das Eliminatórias acontece somente em março de 2009. Animado pelo 4 a 0 em cima da Venezuela, o Brasil iniciou o jogo pressionando. Mas o ânimo brasileiro durou pouco, e logo nos primeiros minutos a Colômbia começou a controlar a partida, ficando mais tempo com a bola. Deixando claro que não ficaria recuado, o time colombiano então decidiu tentar se arriscar no ataque, preferindo os chutes de longa distância, que no entanto passavam longe do gol.A primeira metade da etapa inicial seguiu da mesma forma como começou. Sem conseguir manter a posse de bola, o Brasil via a Colômbia trocar passes e ainda errava quando tentava armar as jogadas de ataque. O único momento de inspiração brasileiro foi aos 21 minutos. Elano fez passe enfiado para Robinho e o encontrou dentro da área, mas já próximo da linha de fundo. Sem ângulo, o atacante bateu cruzado para a defesa de Julio.Conformado com o domínio da Colômbia, o Brasil ameaçava apenas nos contra-ataques, quando tentava sair com velocidade. Aos 26, porém, foram os colombianos que tiveram a chance de marcar. Em bola cruzada na área, Júlio César saiu para antecipar e não conseguiu agarrar. No rebote, Rentería chutou em cima do goleiro. Neste momento, a insatisfação da torcida presente no Maracanã já provocava as primeiras vaias. O Brasil teve sua primeira boa oportunidade aos 30 minutos. Elano cruzou da direita com perfeição e Jô subiu para testar firme, mas no meio do gol, onde Julio encaixou com facilidade. A equipe do técnico Dunga ainda chegaria dois minutos depois. Novamente Elano fez bom lançamento, que Robinho dominou na área e chutou para o goleiro espalmar à linha de fundo.Quando o cronômetro marcava 40 minutos, explodiram os gritos da torcida de "Adeus, Dunga", além do característico "olé", enquanto a Colômbia trocava passes. A resposta em campo viria cinco minutos mais tarde. Em cobrança de falta ensaiada, Elano alçou a bola na área, Juan escorou para o meio e Jô deu um carrinho para desviar. O chute ainda foi nas redes, mas pelo lado de fora. O primeiro tempo terminou e as vaias tomaram conta do Maracanã.No segundo tempo, o Brasil voltou disposto a apagar a má impressão deixada na primeira etapa. Mesmo com os jogadores se movimentando mais, a seleção continuava sem poder de criação, com um Kaká pouco inspirado. Aos 12, o técnico Dunga optou por tirar Elano, que mais tentava municiar o ataque até o momento. No seu lugar entrou Mancini. Seis minutos depois, nova substituição. Robinho sentiu dores e saiu para a entrada de Pato.Em seu primeiro lance, quase o jovem atacante abriu o placar no Maracanã. Kaká recebeu a bola na lateral e cruzou rasteiro, na medida. Pato desviou mas o chute foi muito à esquerda do gol, indo para fora. Ainda aos 20, Dunga foi obrigado a fazer a terceira e última modificação na equipe. Juan sentiu contusão e deixou o campo para a entrada do também zagueiro Thiago Silva.Pouco depois, a insatisfação da torcida carioca provocou novos protestos contra o treinador da seleção brasileira. Apesar de continuar demonstrando vontade e procurar o gol, o time esbarrava nos muitos erros e mostrava que a noite não seria de brilho. Nem mesmo as atuações individuais salvavam o Brasil do empate por 0 a 0. Após insistir no início do segundo tempo, nos minutos finais o Brasil se acomodou e já parecia cansado para buscar a vitória. A Colômbia também se mostrava satisfeita com o empate fora de casa. A torcida no Maracanã, revoltada, vaiou até os jogadores deixarem o gramado e voltou a pedir a saída do técnico Dunga.Ficha Técnica:Brasil 0 x 0 ColômbiaBrasil - Júlio César; Maicon, Lúcio, Juan (Thiago Silva) e Kléber; Gilberto Silva, Josué, Elano (Mancini) e Kaká; Jô e Robinho (Pato). Técnico: Dunga.Colômbia - Julio; Zuñiga, Perea, Yepes e Armero; Bedoya (Aguilar), Guarín, Vargas e Toja; Quintero (Moreno) e Rentería (Ramos). Técnico: Eduardo Lara.Cartões amarelos - Bedoya, Vargas, Armero e Rentería (Colômbia).Árbitro - Rubén Selman (Chile).Renda - R$ 1.697.170,00.Público - 46.210 pagantes (54.910 no total).Local - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.