Brasil decide futuro no Mundial Sub-17

O Brasil entra em campo nesta sexta-feira para enfrentar o Catar pela última rodada da primeira fase do Mundial Sub-17 e só a vitória interessa aos comandados de Nelson Rodrigues. Atual campeã do torneio, a seleção perdeu na estréia para a surpreendente Gâmbia, por 3 a 1. Apesar da vitória na segunda rodada sobre a Holanda por 2 a 1, o time pode ser eliminado mesmo em caso de vitória.Gâmbia, que enfrenta a Holanda, lidera o grupo D com seis pontos e quatro gols de saldo. A Holanda tem três pontos e saldo positivo de um gol, enquanto o Brasil, com o mesmo aproveitamento dos europeus, está com saldo negativo de um gol. Terá, então, de buscar um placar elástico sobre o Catar.?Nenhum rival é fácil. O Catar está eliminado, mas isso não importa para nós, pois temos de jogar como se fosse uma final de campeonato?, garante Rodrigues, que terá todos os atletas à sua disposição para o jogo decisivo. Marcelo e Celso, expulsos na estréia, cumpriram suspensão e podem atuar.A aposta do técnico é no talento do meia Anderson, do Grêmio, que não atuou na estréia, mas foi fundamental na vitória sobre os holandeses. Rodrigues diz que vai escalar um time ofensivo para assegurar os três pontos.A rodada desta sexta ainda terá o encerramento do grupo D. Estados Unidos, já classificado, pega a eliminada Costa do Marfim, enquanto Itália e Coréia do Norte brigam pela última vaga da chave.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.