Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Brasil defende invencibilidade contra Argentina no Mineirão

Seleção brasileira nunca foi derrotada pelo rival no estádio de Belo Horizonte

Redação, O Estado de S.Paulo

29 de junho de 2019 | 21h14

Brasil e Argentina se enfrentam na próxima terça-feira, às 21h30, no Mineirão, pela semifinal da Copa América. Rivais sul-americanas, as duas seleções vão entrar em campo pressionadas pelo desempenho abaixo do esperado na competição e a falta de títulos recentes. Enquanto a equipe brasileira levantou seu último troféu em 2013, com a Copa das Confederações, os agentinos não soltam o grito de “campeão” há 26 anos, desde a Copa América de 1993.

No que depender do retrospecto do confronto no estádio mineiro, a sorte deve sorrir aos brasileiros. Em cinco jogos disputados na arena, o Brasil levou a melhor em quatro oportunidades (1968, 1975, 2004 e 2016) e empatou apenas uma vez, em 2008. Relembre abaixo os duelos.

2016 – Brasil 3 x 0 Argentina

A seleção brasileira atropelou no último clássico, válido pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018. Embalada sob o comando de Tite, a equipe vinha de quatro vitórias seguidas e não tomou conhecimento dos argentinos, que faziam uma campanha ruim. Philippe Coutinho, Neymar e Paulinho marcaram os gols brasileiros, aproveitando jornada apagada de Lionel Messi

2008 – Brasil 0 x 0 Argentina

A partida marcou a estreia de Messi no Mineirão, quando o craque do Barcelona tinha apenas 20 anos. O único empate do duelo no estádio, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2010, também ficou lembrado pelas críticas ao técnico Dunga, chamado de “burro” pelos torcedores. O time brasileiro contava com jogadores como Adriano, Robinho e Júlio Baptista, enquanto a Argentina tinha como destaques Riquelme e Mascherano, além do próprio Messi.

2004 – Brasil 3 x 1 Argentina

Com sete pentacampeões mundiais em campo, a seleção brasileira garantiu a vitória com três gols de pênalti, marcados por Ronaldo, nas Eliminatórias da Copa do Mundo da Alemanha. Lateral-esquerdo com passagem marcante pelo Cruzeiro, Juan Pablo Sorín marcou o gol de honra dos hermanos, que também tinham Hernán Crespo, Lucho González e Pablo Aimar. Kaká, Cafu e Roberto Carlos estavam entre os destaques do Brasil.

1975 – Brasil 2 x 1 Argentina

O Brasil levou a melhor no jogo pela primeira fase da Copa América de 1975, que encerrou um jejum de quatro jogos sem vitórias da equipe sobre a Argentina. Nelinho marcou os gols da seleção, enquanto Asad deixou o seu para os argentinos, que tinham como grande nome o atacante Mario Kempes – principal responsável pelo título da Copa do Mundo de 1978.

1968 – Brasil 3 x 2 Argentina

O amistoso disputado no dia 11 de agosto de 1968 foi o primeiro duelo entre as seleções no Mineirão. O Brasil conseguiu vencer com um time formado apenas por jogadores de Cruzeiro, Atlético-MG e América-MG, com Tostão e Dirceu Lopes como destaques. Evaldo, Rodrigues e Dirceu Lopes marcaram para o Brasil, enquanto Rendo e Silva descontaram para a Argentina.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.