Brasil define lista final de convocados para disputa do Mundial de Futsal

Técnico Serginho Schiochet cortou 11 atletas da pré-lista

Estadão Conteúdo

12 Agosto 2016 | 19h40

A comissão técnica da seleção brasileira de futsal definiu nesta sexta-feira os 14 jogadores que disputarão o Mundial de Futsal que acontecerá em setembro, na Colômbia. O treinador Serginho Schiochet precisou cortar 11 atletas da pré-lista de convocados, anunciada no mês passado.

"Foi uma tarefa difícil. São muitos jogadores de nível excelente no Brasil, como vimos com a convocação dos 25 nomes, mas precisávamos escolher dentro das possibilidades de equilíbrio das posições e opções de variações de jogo", comentou o treinador.

A seleção brasileira vai em busca do oitavo título mundial para o Brasil - o sexto com chancela da Fifa. A convocação mostra equilíbrio na questão de atletas que atuam no exterior e no Brasil, com metade dos jogadores defendendo equipes nacionais e outra metade em times da Europa.

"Nosso momento é de concentração e foco total para a Copa do Mundo. Teremos um período de preparação que será muito importante para entrosar o grupo e trabalhar tudo que pretendemos colocar em prática no Mundial. A expectativa é alta, mas vamos trabalhar jogo a jogo, sabendo que este será um dos torneios mais equilibrados dos últimos anos", afirmou o treinador.

O Brasil está no Grupo D da competição, ao lado de Ucrânia, Austrália e Moçambique. A estreia será no dia 11 de setembro, contra os ucranianos, em Bucaramanga.

CONFIRA A LISTA FINAL DE CONVOCADOS DO BRASIL

Goleiros: Guitta (Corinthians), Tiago (Magnus-SP) e Gian (Intelli-SP).

Fixos: Rafael Rato (InterMovistar-ESP), Ari (Dynamo-RUS) e Rodrigo (Magnus-SP).

Alas: Xuxa (Joinville-SC), Bateria (Barcelona-ESP), Jackson (Intelli - SP), Falcão (Magnus-SP) e Dyego (Barcelona-ESP).

Pivôs: Jé (Kairat-CAS), Fernandinho (Dynamo-RUS) e Dieguinho (Sporting-POR).

Mais conteúdo sobre:
futsal futebol Brasil Copa do Mundo Fifa

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.