Peter Powell/EFE
Peter Powell/EFE

'Brasil demonstrou que é uma seleção realmente poderosa', diz técnico da Sérvia

Mladen Krstajic considerou justo o triunfo brasileiro, que garantiu uma vaga nas oitavas de final da Copa da Rússia

Estadão Conteúdo

27 Junho 2018 | 22h30

O técnico da Sérvia, Mladen Krstajic, fez elogios à seleção brasileira após ser eliminado da Copa do Mundo da Rússia, nesta quarta-feira. O treinador afirmou que o time comandado por Tite se mostrou "realmente poderoso" e que fez por merecer a vitória por 2 a 0, em Moscou, pela rodada final do Grupo E. O resultado classificou o Brasil para as oitavas de final como primeiro colocado da chave.

+ Resumo da Copa do Mundo 2018: Brasil nas oitavas e Alemanha fora marcam o 14º dia

+ Eleito melhor do jogo, Paulinho rebate críticas: 'Nunca perdi a minha confiança'

+ Marcelo sofre 'espasmo' na coluna e é dúvida para encarar o México

"Demonstraram que é uma equipe realmente poderosa. A vitória foi merecida", declarou Krstajic. "O Brasil controlou praticamente todo o jogo." Para o treinador, o resultado confirmou o favoritismo do rival. "Não é de agora, e sim desde antes da Copa, que o Brasil está entre os favoritos para ganhar o título. Assim é o futebol. A Alemanha caiu fora e o Brasil está entre os favoritos."

Na avaliação de Krstajic, o primeiro gol brasileiro foi resultado da eficiência do ataque, mas também foi consequência da falta de atenção da sua equipe. "O primeiro gol aconteceu em situações em que deveríamos estar concentrados, principalmente quando se joga com um rival tão forte quanto o Brasil."

"Você precisa estar atento por 90 minutos ou, se não, você será punido. É muito difícil fazer um jogo aberto assim, contra uma potência do futebol, como o Brasil. Vamos precisar elevar o nível do nosso futebol, melhorar o que já é bom e eliminar nossas fraquezas", afirmou o treinador, já pensando nas futuras competições.

Quanto ao segundo tempo, ele admitiu que a Sérvia correu mais riscos, por estar em desvantagem no placar. "Na etapa final, nós tentamos jogar com mais riscos, tivemos oportunidades para empatar, mas desperdiçamos nossas chances e fomos punidos", declarou. "Temos que parabenizar o Brasil e também os meus jogadores pelos esforços sinceros e pelos sacrifícios que fizeram."

Classificado para as oitavas de final, a seleção brasileira vai enfrentar o México às 11 horas (horário de Brasília) de segunda-feira, na cidade de Samara.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.