Brasil deve ficar no grupo F da Copa

O presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, confirmou nesta quinta-feira que está tudo ?armado? para que a seleção seja a cabeça-de-chave do grupo F da Copa do Mundo de 2006. A manobra foi arquitetada para evitar que Brasil e Alemanha possam se enfrentar antes da decisão do Mundial. Com Brasil no grupo F da Copa do Mundo e a Alemanha no A, como deve acontecer, a possibilidade dos dois se enfrentarem antes da decisão do título existe somente se um deles não for o primeiro colocado em sua chave na primeira fase.Caso a seleção brasileira seja confirmada como cabeça-de-chave do F, a estréia na Copa acontecerá no dia 12 de junho, em Berlim. Depois, o Brasil jogaria dia 18, em Munique, e encerraria sua participação na primeira fase no dia 22, em Dortmund.No desembarque da seleção nesta quinta-feira, no Rio, depois da vitória sobre a Venezuela em Belém, pela última rodada das Eliminatórias, Ricardo Teixeira ainda aproveitou para revelar que o Brasil pode fazer mais um amistoso, além dos 3 previstos, antes do início de preparação para a Copa. A princípio, o Brasil jogará duas vezes em novembro. A primeira será contra os Emirados Árabes, no dia 12, e a outra também com uma seleção do Oriente Médio, no dia 16. Além disso, haverá um amistoso em março, provavelmente na Europa.?Acho que vai ser difícil conseguirmos marcar outros jogos, porque a Fifa está muito restritiva em relação a datas?, admitiu o presidente da CBF, para, em seguida, falar sobre os treinos de luxo que o Brasil fará durante sua aclimatação na Europa. ?Mas, além dessas três, está praticamente certo jogarmos contra dois times durante os 15 dias de preparação para a Copa.?

Agencia Estado,

13 de outubro de 2005 | 14h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.