Brasil é confirmado como sede da Copa do Mundo de 2014

Competição volta ao País e promessa é de trabalho imediato para fazer o melhor evento da história

30 de outubro de 2007 | 12h46

O Brasil está confirmado como sede da XX Copa do Mundo, em 2014, pela Fifa. Com 64 anos de intervalo (a anterior foi em 1950), o País volta a receber um dos maiores eventos do mundo com o sonho de fazer o melhor de todos os tempos e a pressão ao time de conseguir um título de campeão. De cara, o premiado é o torcedor, que terá a oportunidade de ver os melhores do mundo em sua cidade.Veja também: Brasil enfatiza preservação ambiental na apresentação na Fifa Paulo Coelho brinca: futebol é mais importante que sexo Imagens da cerimônia na sede da FifaAs cidades candidatas a sede da Copa do Mundo de 2014 Opine: o que você acha do Mundial no Brasil?"O Brasil está preparado para cumprir o dever de casa", promete Ricardo Teixeira, presidente da CBF, no discurso em Zurique, na Suíça, sede da Fifa e onde foi realizada a cerimônia de apresentação da candidatura - única, por sinal, já que nenhum outro país sul-americano quis concorrer a sede. "Até o fim do ano tudo estará em ordem, com as comissões para administrar e conduzir o evento. O trabalho começa imediatamente", diz o ministro do Esporte, Orlando Silva Júnior."Não deveria dizer, mas digo que fiquei impressionado. Isso é futebol, isso é Brasil", resume o presidente da Fifa, Joseph Blatter, que fez o anúncio em discurso breve, emendando: "Tínhamos atribuído à América do Sul a competição, fiquei com a impressão que teríamos uma competição, mas na hora de definirmos a Colômbia desistiu. E não foi fácil por causa disso, pois o desafio era o Brasil atingir as condições. Colocamos tudo em nível máximo e deu tudo certo".O dia na capital suíça foi agitado, apesar da chuva e do frio. Primeiro, com a apresentação das candidatas, passando pela confirmação de que a Alemanha será a sede da Copa do Mundo feminina de futebol de 2011 (superando o Canadá), e terminando com o anúncio brasileiro. A cerimônia de apresentação da candidatura teve como enfoque a preservação ambiental, tema que domina as discussões no planeta e que será o fio condutor do trabalho no País para o Mundial.O próximo passo do Comitê Organizador do evento - com promessa para estar em funcionamento até janeiro - será definir as cidades que serão sedes dos jogos. São 18 na disputa, com dez a doze sendo provavelmente escolhidas. Todas terão de criar a infra-estrutura e os estádios de acordo com as imposições da entidade. São, no máximo, sete anos para isso. Existe um investimento estimado em US$ 9 bilhões (cerca de R$ 15,7 bilhões).A Copa que se realizará no Brasil deverá ter 32 seleções e 64 partidas, com a mesma fórmula de disputa das edições de 2002, 2006 e 2010. O único confirmado é o Brasil, já que é a sede. Nem o campeão da edição de 2010, na África do Sul, está confirmado, já que terá de disputar as Eliminatórias. Por causa disso, a seleção terá tempo para se preparar para aquela que promete - e se espera - que seja sua maior conquista.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2014seleção brasileira

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.