Laura Zago/CBF
Laura Zago/CBF

Brasil encerra preparação para pegar a Espanha e Vadão prevê 'jogo interessante'

Amistoso serve como teste visando a Copa do Mundo feminina, que acontece entre 7 de junho e 7 de julho

Redação, O Estado de S.Paulo

04 de abril de 2019 | 20h35

A seleção brasileira feminina de futebol encerrou nesta quinta-feira, no estádio Vicente Sanzem, em Don Benito (ESP), a sua preparação para enfrentar a Espanha em amistoso marcado para começar às 13h30 (de Brasília) desta sexta. O treinamento ocorreu no mesmo local que abrigará a partida, que servirá como preparação para o Mundial, agendado para ocorrer entre 7 de junho e 7 de julho, na França.

Ao projetar o duelo, o técnico Osvaldo Alvarez, o Vadão, exaltou o crescimento da seleção espanhola, que hoje ocupa o 13º lugar no ranking da Fifa. Em sua primeira passagem pelo comando da equipe feminina do Brasil, o treinador levou a melhor sobre o rival europeu no Mundial de 2015, no Canadá, quando o time nacional venceu por 1 a 0 para avançar às oitavas de final da competição.

"Estamos estudando a Espanha, principalmente nos últimos jogos. É uma equipe que tem por característica o toque de bola, um meio-campo forte e o esquema de jogo é muito compacto. Será um jogo interessante, difícil. É uma das equipe que evoluiu muito no cenário mundial", afirmou Vadão, em declarações reproduzidas pelo site da CBF.

O Brasil vem de uma péssima sequência de sete derrotas, sendo as três últimas no torneio amistoso She Believes, realizado nos Estados Unidos entre o final de fevereiro e o início de março. A equipe foi batida pela Inglaterra, por 2 a 1, pelo Japão, por 3 a 1, e para as anfitriãs norte-americanas, por 1 a 0.

Antes disso, em outros quatro amistosos, a seleção feminina acabou sendo superada pela França (3 a 1), pelas inglesas (1 a 0), pelo Canadá (1 a 0) e pelos EUA (4 a 1). Tendo em vista o momento muito ruim, Vadão espera que as brasileiras comecem a exibir uma reação já a partir do amistoso desta sexta-feira.

"Precisamos ajustar os pontos que a gente entende que não estão ideais. O Brasil vem com algumas modificações, devido algumas contusões de atletas. Nesse treino, aproveitamos para passar tudo que queremos amanhã. O jogo tem tudo para ser um bom teste", previu o treinador, que nesta quinta comandou um treino tático.

Após o duelo desta sexta-feira, o Brasil, atual 10º colocado do ranking da Fifa, enfrentará a Escócia em um novo amistoso, na segunda-feira, também na Espanha, às 16 horas (de Brasília), na Pinatar Arena, em San Pedro de Pinatar.

No Mundial da França, o seleção feminina vai integrar o Grupo C e estreará diante da Jamaica, no dia 9 de junho, em Grenoble. Em seguida, a equipe enfrentará a Austrália no dia 13, em Montpellier, antes de finalizar a primeira fase da competição contra a Itália, no dia 18, em Valenciennes.

Inicialmente convocada para voltar a defender o Brasil nestes dois amistosos na Espanha, a atacante Cristiane, do São Paulo, acabou sendo cortada do time nacional por questões físicas na última segunda-feira. Para o lugar dela, Vadão chamou Darlene, do Benfica. Presente na Espanha para jogar estes dois amistosos, a atacante Marta, que voltou a ser eleita a melhor jogadora do mundo pela Fifa, será mais uma vez a principal atração e esperança da equipe nacional.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.