Brasil enfrentará México, Espanha e Irã no Mundial de Futebol de Areia

A Fifa definiu nesta terça-feira, através de sorteio, os grupos da edição de 2015 do Mundial de Futebol de Areia, que será realizado em julho na cidade de Espinho, em Portugal. A seleção brasileira vai disputar o Grupo C da competição e terá México, Espanha e Irã como seus adversários na etapa inicial da competição.

Estadão Conteúdo

28 de abril de 2015 | 09h48

Classificado ao Mundial após conquistar no último fim de semana o título do Campeonato Sul-Americano, realizado no Equador, o Brasil lidera o Grupo C da competição. E a estreia será diante dos mexicanos, em 10 de julho. Os outros dois confrontos da primeira fase serão com o Irã, no dia 12, e a Espanha, no dia 14.

Portugal, a seleção anfitriã do Mundial, vai abrir o torneio em 9 de julho, quando vai encarar o Japão pela primeira rodada do Grupo A. E os seus outros adversários na fase de grupos serão a Argentina e o Japão.

Atual campeã, a Rússia lidera o Grupo D do Mundial e terá como adversárias as seleções do Paraguai, do Taiti e de Madagáscar, na primeira vez que este país se classificou para um torneio mundial organizado pela Fifa. A outra chave do torneio, o Grupo B, conta com Suíça, Omã, Itália e Costa Rica.

As duas melhores seleções de cada grupo se classificam para as quartas de final, fase em que as equipes começam a se enfrentar em sistema eliminatório até a definição do campeão mundial, que será conhecido em 19 de julho.

O sorteio, nesta terça-feira, contou com a presença de estrelas do futebol internacional, casos dos ex-jogadores Christian Karembeu, embaixador da Fifa para o futebol de areia, Vítor Baía, embaixador oficial do Mundial, e Nuno Gomes.

Pioneiro no futebol de areia, o Brasil é o maior campeão do torneio com 13 conquistas, sendo quatro desde 2005, quando a Fifa começou a organizar a competição. Na ultima edição, em 2013, a equipe caiu nas semifinais, ficando em terceiro lugar, enquanto a Rússia conquistou o bicampeonato mundial.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.