Brasil estréia no Sul-Americano sub-17 de olho no Pan

Assim como caiu no colo dos meninos da seleção sub-20 a responsabilidade de levar o futebol brasileiro à Olimpíada de Pequim, em 2008, o time sub-17 - que estréia neste domingo no Sul-Americano, contra o Peru, em Riobamba (Equador) - terá a missão de defender o País no Pan do Rio. Informação, contudo, que o Comitê Organizador do Pan e a Confederação Brasileira de Futebol não confirmam.É uma missão extra que surge no caminho do time sub-17 que, assim como foi com a de Alexandre Pato e cia., seguiu para o Sul-Americano sem uma posição oficial. De acordo com a Confederação Sul-Americana de Futebol - a única entidade que confirma a categoria no Rio -, seis seleções estarão classificadas para a disputa que o Brasil já tem vaga por ser país-sede. Enquanto a questão burocrática não se resolve, o técnico Edgar Pereira prepara a seleção para a estréia e se preocupa com a altitude de Riobamba (2.800 m). O Brasil divide o Grupo A com Equador, Chile e Bolívia. A outra chave tem Argentina, Paraguai, Uruguai, Venezuela e Colômbia. Os três primeiros de cada grupo disputam a chave final. Os quatro melhores estarão no Mundial, em agosto, na Coréia do Sul.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.