Brasil festeja 50 anos do 1o título mundial de olho na Olimpíada

O jogo de quarta-feira contra a Suéciaem Londres marca o 50o aniversário da final da Copa de 1958,quando o Brasil ganhou o primeiro de seus cinco títulos. Maspara a seleção --e também para os suecos-- a partida serve comoaquecimento para as próximas competições, disse o técnico Dungana terça-feira. A partida é também uma volta de Dunga ao Emirates Stadium,onde ele venceu a Argentina em 2006 e perdeu para Portugal em2007. As próximas partidas oficiais da seleção são contraParaguai e Argentina, em junho, pelas eliminatórias da Copa de2010. A Suécia se prepara para a Eurocopa, no mesmo mês --otime estréia no grupo D, na Áustria, junto com a atual campeãGrécia, além de Espanha e Rússia. "A Suécia joga num 4-4-2 apertado, e sempre foi muitodifícil de derrotar", disse Dunga em entrevista coletiva depoisdo treino no estádio. "Eles têm um ótimo time", acrescentou. A equipe sueca de 1958 caiu na final por 5 x 2 de viradadiante da seleção de Pelé, Garrincha, Didi e Zagallo, uma dasmelhores equipes da história. O Brasil de hoje também tem vários jovens, principalmentepor causa das regras do torneio olímpico de futebol, únicotítulo importante que a seleção não tem. Entre os 22 atletas levados por Dunga a Londres, 12 têmmenos de 23 anos. Mas ele insistiu aos jornalistas que aOlimpíada não é o seu maior objetivo. "A prioridade sempre foi a seleção principal, trabalhamoscom isso em mente." A maioria dos jovens vai começar no banco na quarta-feira,mas o atacante Alexandre Pato, de 18 anos, deve entrar em algummomento --ele já foi cortado anteriormente devido a uma lesão. Robinho e Luis Fabiano devem formar a dupla de ataquetitular. Dunga disse que os preparativos para a Olimpíada não sãofáceis, pois há poucos amistosos preparatórios e incertezassobre a liberação de jogadores por seus times, entre outrosproblemas. "Para uma Copa do Mundo há bastante tempo para se preparar,30 ou 40 dias, mas não para a Olimpíada", disse ele, que sabeda impaciência no Brasil. "Estamos sendo criticados porque a Argentina já convocouseus jogadores [para a equipe olímpica]." A Argentina ganhou a medalha de ouro na Olimpíada de Atenasem 2004, liderada pelo atacante Carlos Tevez, que então jogavano Corinthians.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.