Marty Melville/AFP
Marty Melville/AFP

Brasil goleia Senegal e busca hexacampeonato no Mundial Sub-20

Para ficar com a taça, seleção brasileira enfrenta Sérvia no sábado

EFE

17 de junho de 2015 | 07h32

O Brasil não teve dificuldades para superar, nesta quarta-feira, Senegal com uma goleada por 5 a 0 na semifinal do Mundial Sub-20, em Christchurch, na Nova Zelândia. A equipe agora tentará seu sexto título da competição, podendo empatar com a Argentina como a equipe com mais conquistas no torneio.

A seleção brasileira matou o jogo logo no primeiro tempo, quando marcou quatro gols nos adversários. Com isso, não teve dificuldades para administrar a partida na segunda etapa e aumentar a diferença.

Após passar em branco nas oitavas, contra o Uruguai, e nas quartas, contra Portugal, quando a seleção precisou da disputa de pênaltis para avançar na competição, os comandados de Rogério Micale descontaram a escassez de gols ao estufar a meta dos africanos em cinco oportunidades.

O Brasil abriu o placar logo aos cinco minutos, em jogada de João Pedro pela direita, que cruzou na área, mas a bola desviou nas pernas do senegalês Andelinou Correa, que acabou marcando contra.

Os senegaleses mal tiveram tempo para se recompor e, um minuto depois, Marcos Guilherme ampliou após aproveitar belo passe de Gabriel Jesus e chutar livre, sem chances para o goleiro Ibou Sy.

O terceiro chegou aos 19 minutos. Após boa tabela do ataque brasileiro, o goleiro senegalês rebateu um chute para o meio da área e a bola sobrou para Boschilia, que não perdoou.

Com 3 a 0 no placar, o Senegal teve sua melhor oportunidade para diminuir com um belo chute de dentro da área de Sidy Sarr, mas o goleiro Jean conseguiu espalmar a bola, que ainda tocou no travessão antes de sair.

Aos 35, Jorge fez grande jogada individual, se livrando de dois marcadores com um belo drible para ficar cara a cara com o goleiro, e não teve dificuldades para balançar as redes. Pouco antes do intervalo, Eli Cisse deixou o Senegal com dez jogadores após levar o segundo cartão amarelo por uma falta sobre Marcos Guilherme.

No segundo tempo, o Brasil diminuiu o ritmo e se limitou a controlar o resultado, já que a classificação estava praticamente garantida e a equipe vinha de duas eliminatórias desgastantes. No entanto, aos 33 minutos, Marcos Guilherme marcou seu segundo gol na partida, o quinto da seleção, fechando a goleada.

O Brasil enfrentará na final, no próximo sábado, no estádio North Harbour, em Auckland, a seleção da Sérvia, que venceu Mali na prorrogação por 2 a 1. A última vez que a seleção conquistou esta competição foi em 2011, na Colômbia, quando derrotou Portugal por 3 a 2 na prorrogação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.