Andres Stapff/Reuters
Andres Stapff/Reuters

Brasil passa por Venezuela e respira no Sul-Americano Sub-20

Seleção faz 2 a 0 no rival e chega aos 6 pontos na competição graças aos gols de Kenedy e Gabriel no segundo tempo da partida

O Estado de S. Paulo

20 de janeiro de 2015 | 00h00

O Brasil venceu a Venezuela por 2 a 0 na noite desta segunda-feira e chegou aos seis pontos na classificação do Grupo B do Campeonato Sul-Americano Sub-20. O time apresentou muitas falhas e só chegou à vitória após a metade do segundo tempo, graça a um belo chute de Kenedy, aos 27 minutos, quando a seleção abriu o placar. Pouco depois, aos 33 Gabriel aproveitou ótimo passe de Lucas Evangelista e garantiu os três pontos para o time do técnico Alexandre Gallo.

O resultado aliviou um pouco a barra da equipe, que vinha de uma derrota para o Uruguai. Dos cinco times da chave, três avançam para a próxima fase, que será disputada em Montevidéu. As quatro melhores seleções do Sul-Americano garantem vaga no Mundial Sub-20, que será realizado na Nova Zelândia, de 30 de maio a 20 de junho. No Grupo B, o Uruguai lidera com 6 pontos, seguido por Brasil (6), Colômbia (3), Chile (3) e Venezuela (0). No Grupo A, com sede em Colonia, Paraguai e Argentina estão na ponta, com 6 pontos, seguidos por Peru (3), Equador (3) e Bolívia (0).

Em outra partida do dia, a Colômbia derrotou o Chile por 3 a 0 e conquistou sua primeira vitória no torneio, após estrear perdendo para o Uruguai no Grupo B. Os gols foram marcados por Rafael Borré, Jeison Lucumí e Juan Otero. Os chilenos tiveram a expulsão do meio-campista Sebastián Díaz, aos 31 minutos do segundo tempo, e contaram com a boa atuação do goleiro Vargas, que travou um grande duelo com Lucumí. "Ele defendeu muito bem, mas não perco a confiança jamais. Sempre insisto e por sorte fiz meu gol", disse Lucumí.

O resultado ajudou a devolver a confiança para os colombianos, que ainda apostam na classificação para a próxima fase. Para o zagueiro e capitão Juan Quintero, a atuação da seleção foi convincente. "Foi uma grande partida, no melhor estilo da Colômbia. Controlamos a posse de bola, finalizamos bem e conseguimos nos defender", afirmou, sobre a partida que foi disputada na cidade de Maldonado, a 150 quilômetros da capital Montevidéu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.