Brasil pega Peru com lotação máxima

O Estádio Serra Dourada terá lotação máxima no jogo Brasil x Peru, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, no domingo. Os 50 mil ingressos colocados à venda acabaram em seis dias. A partida marca os 30 anos de aniversário do estádio, que passou por uma ampla reforma. As obras consumiram R$ 25 milhões. Só o novo placar eletrônico custou R$ 15 milhões. Além de novas instalações para a torcida e imprensa, os jogadores vão estrear o novo gramado do maior estádio do Centro-Oeste. A briga por um ingresso foi dura. "Fiquei cinco horas na fila para comprar uma entrada na arquibancada", conta o médico Urias Carrijo Ferro. Mas muitos torcedores ainda tentam conseguir um ingresso. As únicas opções restantes são promoções de empresas e camarotes vips. A operadora de telefonia Vivo está dando um ingresso de arquibancada, que custa R$ 50,00, a quem comprar um de seus celulares. Outra promoção com ingresso é do jornal O Popular, que distribui entradas de arquibancada para novos assinantes. Há ainda os camarotes vips, para onde ainda é possível comprar ingresso, desde que o interessado se disponha a pagar R$ 250 reais por um lugar, com serviço de bar incluído. O mercado negro de ingressos está tímido depois que oito cambistas foram presos com cerca de 200 ingressos. A Polícia Civil informou que vai continuar monitorando a ação de cambistas, sobretudo nos treinos de sábado, quando a torcida terá acesso ao estádio mediante a doação de alimentos não-perecíveis. A seleção brasileira desembarca no Aeroporto Santa Genoveva na sexta-feira às 22h45. A delegação ficará hospedada no Castro´s Park Hotel. Os peruanos chegam no mesmo dia e ficam no Hotel Papillon. O treino no Serra dourada está marcado para sábado às 16h30. Os jogadores deixam a capital goiana no domingo, em vôo fretado para Montevidéu, onde a seleção enfrenta o Uruguai no dia 30 de março. O gramado do Serra Dourada foi totalmente reformado, com novo sistema de irrigação e a construção de um poço artesiano para este fim. Também foram reformulados os quatro vestiários, salas para aquecimento dos jogadores, 47 banheiros adaptados para deficiente físico, departamento médico, bares, cabines de rádio, refletores, troca e pintura das cadeiras, catracas eletrônicas e câmeras, bilheterias, guichês, portões e entrada e saída e serviço de paisagismo interna e externa. O Estádio também ganhou dois novos placares eletrônicos de 13 metros de altura por 20 de largura cada. Eles foram produzidos com o sistema Leds Ultra Britht, de alta resolução, que facilita a visão das informações, principalmente durante o dia. A locução geral também ganhou um novo som. Ele foi instalado em volta de todo o Serra Dourada e direcionado para o público.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.