Ali Haider/EFE
Ali Haider/EFE

Brasil pega República Checa pela ponta da chave no sub-20

As duas seleções venceram na primeira rodada do torneio e voltam a se enfrentar nesta quarta, às 13h45

EFE,

29 de setembro de 2009 | 14h27

PORT SAID, Egito - A seleção brasileira sub-20 entra em campo às 13h45 desta quarta-feira (horário de Brasília) para enfrentar a República Checa, em disputa direta pela liderança do Grupo E da Copa do Mundo disputada no Egito. O confronto terá acompanhamento online do estadao.com.br.

Veja também:

linkGana goleia Inglaterra e se classifica

linkUruguai e Estados Unidos vencem

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Brasil e República Checa estão empatados na ponta do grupo, com três pontos cada um, depois das vitórias na primeira rodada da competição contra Costa Rica e Austrália, respectivamente.

Para o técnico brasileiro, Rogério Lourenço, a seleção faz seu segundo jogo no torneio com o objetivo claro de se classificar e "somar mais pontos contra a República Checa".

Após uma brilhante estreia com a goleada de 5 a 0 sobre a Costa Rica, a seleção brasileira não quer perder nenhuma oportunidade e se prepara com precaução para este duelo.

Vice-campeões na última Copa, em 2007, quando perderam para a Argentina na final, os checos vêm agora de uma vitória de 2 a 1 sobre a Austrália,

 Brasil
Rafael; Douglas, Dalton, Rafael Toloi e Diego; Souza, Maylson, Paulo Henrique e Giuliano; Alex Teixeira e Alan Kardec
Técnico: Rogério Lourenço
 República Checa
Vaclik; Lecjaks, Hosek, Mazuch e Celustka; Vacha, Moravek, Marecek e Zeman; Rabusic e Vosahlik
Técnico: Jakub Dovalil
Estádio: Port Said, em Port Said (Egito)

Internet: estadao.com.br

TV: Band e SporTV

mas esperam um jogo difícil contra o Brasil.

"Sabemos que vamos ter que melhorar, já que agora enfrentaremos uma equipe excelente", afirmou o técnico checo, Jakub Dovalil, ao dizer que o Brasil foi "incrível contra a Costa Rica".

As seleções do Brasil e da República Checa se enfrentaram em duas ocasiões em Copas do Mundo sub-20, com uma vitória brasileira e um empate. Em 1983, os brasileiros derrotaram os checos por 4 a 1. Vinte anos depois, as duas equipes empataram em 1 a 1.

A seleção que vencer o jogo de quarta praticamente garante a classificação para as oitavas de final. Independentemente do resultado da partida, Brasil e República Checa parecem ter mais condições de avançar na competição do que Austrália e Costa Rica, as outras equipes do Grupo E, que se enfrentam também nesta quarta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.