Brasil perde da Argentina e se complica

O Brasil dominou boa parte do jogo contra a Argentina, na madrugada de hoje, no Chile, teve inúmeras oportunidades para liqüidar a partida, mas errou demais nas finalizações. Os argentinos não perdoaram, fizeram 1 a 0 e complicaram a situação do time do técnico Ricardo Gomes, que lamentou a "falta de sorte". Os brasileiros estão na lanterna do quadrangular final, com nenhum ponto, e terão de vencer o Chile, também com zero ponto, quinta-feira, às 23h10, para seguir com chances de se classificar para a Olimpíada de Atenas. Argentina e Paraguai têm 3. O jogo foi digno de Brasil e Argentina. Os chilenos que não deixaram o estádio após a derrota de sua seleção para o Paraguai por 2 a 1, na partida de abertura da rodada, viram jogadas de altíssimo nível, proporcionadas pelo talento dos atletas de ambas as equipes. O placar não refletiu o que ocorreu nos 90 minutos. Vários gols poderiam ter saído, não fosse a excelente atuação dos dois goleiros. Caballero teve participação destacada, com pelo menos três grandes defesas. Gomes também foi bem. Os argentinos entraram em campo com a vantagem de não terem atuado no fim de semana, enquanto os brasileiros enfrentaram a Colômbia pela repescagem, no domingo. Mas foi o time do técnico Ricardo Gomes que tomou iniciativa e criou as melhores oportunidades no início. A primeira foi com Marcel, que chutou por cima do gol. Robinho também poderia ter aberto o placar, mas errou cabeçada. A equipe de Marcelo Bielsa, que tem seu trabalho contestado na Argentina e corre o risco de ser substituído por Carlos Bianchi em 2004, resolveu deixar um pouco a defesa para incomodar os brasileiros. E conseguiu equilibrar o confronto. O badalado Tevez, do Boca Juniors, assustou após drible em Wendell e finalização para fora. Clemente Rodríguez desperdiçou ótimo lance, depois de ter passado por Gomes. Falhou no chute. O clássico sul-americano prosseguiu emocionante na segunda etapa, com ligeira superioridade para o Brasil, que teve tudo para fazer o primeiro gol, com Marcel. O atacante, no entanto, não foi feliz nas conclusões. Ou arrematou em cima de Caballero ou errou o alvo. No fim, veio o castigo. Ferreyra cobrou falta e Rodríguez desviou de cabeça: 1 a 0 Argentina.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.