Christopher Hanewinckel/USA Today Sports
Christopher Hanewinckel/USA Today Sports

Brasil perde para o Japão e fica sem chance de título no futebol feminino

Seleção continua sem pontuar após derrota para japonesas nos Estados Unidos, por 3 a 1

Redação, Estadão Conteúdo

02 de março de 2019 | 18h18

A seleção brasileira feminina não tem mais chances de conquistar o título da She Believes Cup, torneio amistoso disputado nos Estados Unidos. Neste sábado, a equipe sofreu a sua segunda derrota na competição ao perder para o Japão por 3 a 1, em partida disputada em Nashville.

Na última quarta-feira, o Brasil havia estreado na She Believes com derrota por 2 a 1 para a Inglaterra. E ainda sem pontuar no quadrangular, encerrará a sua participação no torneio amistoso na próxima terça, quando enfrentará a seleção norte-americana em Tampa, às 22 horas (de Brasília).

Apesar da derrota, o Brasil não teve atuação ruim neste sábado. A equipe fez um confronto equilibrado e criou muitas chances de gol, especialmente no segundo tempo. Mas além de falhar nas finalizações, também cometeu muitos erros no sistema defensivo, facilitando a tarefa das adversárias. E ainda sofreu com a grande atuação de Yuka Momiki, autora de um gol e do passe para os outros dois da equipe asiática.

O Japão abriu o placar no fim do primeiro tempo. Aos 43 minutos, Mônica falhou ao não conseguir cortar passe, deixando a bola livre para Nakajima. Ela, então, acionou Momiki, que bateu de primeira e de cobertura, deixando Aline, que estava adiantada, imóvel.

Em desvantagem, o Brasil voltou melhor para o segundo tempo, quando adotou uma marcação mais adiantada. Desperdiçou uma chance logo no começo com Adriana e arrancou o empate logo depois, aos 11. Após muita insistência, a bola ficou com Debinha, que chutou rasteiro da entrada da área para igualar o placar.

A partir daí, o duelo ficou movimentado e com muitas chances de gol. Mas quem aproveitou as oportunidades foi a seleção japonesa. Aos 35 minutos, em contra-ataque, Momiki, da direita, cruzou para Kobayashi, livre na pequena área, cabecear no contrapé de Aline.

Pouco depois, as japonesas definiram o jogo. Em novo lance com erro das defensoras brasileiras, Momiki acionou Hasegawa, que deu um corte seco na sua marcadora e bateu no cantinho, assegurando o triunfo da sua seleção por 3 a 1.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.