Brasil perde Pato e pode ficar sem Lucas na estréia

O Brasil inicia neste domingo a sua caminhada rumo aos Jogos Olímpicos de Pequim-2008 sem o atacante Alexandre Pato, e possivelmente o volante Lucas, duas peças importantes do time, que se recuperam de contusão e, até o fim da deste sábado, não tinham certeza de enfrentar o Chile às 20h50 (horário brasileiro), em Pedro Juan Caballero, Paraguai. Pato ainda sente dores no tornozelo, contusão que sofreu na disputa do Mundial de Clubes em dezembro, quando ajudou o Internacional a ser campeão. Ele dá lugar a Edgar, o "Edgol", que jogou pelo São Paulo no Brasileirão e deve ir para o futebol português. Lucas, também com uma pancada no tornozelo, não treinou na sexta-feira, mas sua recuperação ainda é esperada pelo técnico Nelson Rodrigues, que escalará Fernando, do Vila Nova, de Goiás, se não puder contar com o jogador do Grêmio, que havia sido escolhido como o capitão da equipe. ?Lucas está reagindo bem ao tratamento, mas o local ainda está um pouco dolorido?, explicou o médico Adílson Camargo. "Vamos esperar até o último momento para contar com ele", afirmou Rodrigues neste sábado. ?Conto com os 20 jogadores. Filmei o coletivo (de sexta-feira), fiz experiências e procurei trabalhar a equipe buscando aproveitar as falhas do Chile", contou o treinador, que neste sábado priorizou no último treino as bolas paradas, com cobranças de falta, pênalti e escanteio. A seleção brasileira deve estrear no Sul-Americano com: Muriel (Internacional), Amaral (Palmeiras), Eliezio (Cruzeiro), Thiago Heleno (Cruzeiro) e Carlinhos (Santos); Roberto (Atlético-PR), Lucas (Grêmio) (Fernando (Vila Nova-GO)), Leandro Lima (São Caetano) e Willian (Corinthians); Edgar (Joinville) e Fabiano Oliveira (Flamengo).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.