Brasil procura melhorar a movimentação dentro de campo

Depois da vitória sobre a Croácia na estréia na Copa do Mundo, a seleção brasileira já sabe o que precisa melhorar contra a Austrália, no jogo de domingo, em Munique. O técnico Carlos Alberto Parreira pediu e os jogadores estão cientes de que o time precisa de mais movimentação em campo, principalmente no ataque. Nas entrevistas logo depois do jogo com a Croácia, os jogadores da seleção já admitiram o problema. ?Faltou movimentação em campo?, explicou Kaká, que fez o único gol da vitória brasileira. Segundo Parreira, o Brasil será muito marcado pelos australianos no jogo de domingo - principalmente, porque o time adversário é bem forte fisicamente. ?Devemos fazer a bola girar e nos movimentarmos, evitando o contato físico?, avisou o treinador. Por isso mesmo, Parreira fez um trabalho tático específico de movimentação no único treino da seleção realizado até o momento depois do jogo na Croácia. Na quinta-feira, em Königstein, o treinador testou alternativas para o ataque brasileiro, orientando a constante troca de posicionamento dos jogadores. Programação A movimentação constante no ataque deve ser novamente a prioridade do trabalho de Parreira no único treino que a seleção faz nesta sexta-feira. Depois do treinamento, a delegação do Brasil parte para Munique, onde irá jogar no domingo. A viagem para Munique será de avião, com saída de Frankfurt às 21 horas (horário da Alemanha). Depois, no sábado, a seleção faz o treino de reconhecimento do estádio a partir das 18h10 (novamente no horário local). E entra em campo para jogar no domingo às 13 horas (dessa vez, pelo horário de Brasília). Depois do jogo de domingo, contra a Austrália, a delegação brasileira vai para o Castelo Lerbach, na região de Colônia, onde ficará concentrada a partir desta etapa da Copa do Mundo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.