Brasil quer mostrar força na Sub-20

Para quebrar um jejum de dez anos e mostrar a força do futebol brasileiro, o técnico da seleção sub-20, Marcos Paquetá, escalou um time com três atacantes para a estréia de amanhã, contra o Canadá, no Mundial dos Emirados Árabes, em Dubai, às 11h45 (horário de Brasília). Nilmar e Daniel Carvalho, do Internacional, e Kléber, do São Paulo, foram escalados pelo treinador, que não escondeu sua confiança em uma vitória com muitos gols. "A intenção é a de mostrar que o Brasil é o Brasil. Temos que mostrar nossa força e não mudarmos nossas características", disse Paquetá, que em agosto conquistou o título de campeão mundial com a seleção sub-17, na Finlândia. "O setor ofensivo da seleção foi o que menos me preocupou, porque temos excelentes jogadores." Por causa da disponibilidade de bons atletas para o ataque, Paquetá treinou intensamente o setor defensivo do Brasil. E, de acordo com o treinador, os resultados obtidos superaram suas expectativas, o que serviu para deixar o grupo ainda mais motivado à conquista do título de tetracampeão. A principal recomendação de Paquetá aos jogadores, para a partida contra os canadenses, foi a de que a atenção seja redobrada. O técnico orientou os atletas para que a ansiedade da estréia não atrapalhe o desempenho da equipe dentro do campo. "Todos estão confiantes e temos jogadores excelentes tecnicamente", contou Paquetá, que escolheu para capitão da equipe o zagueiro Adaílton, do Vitória. "Acho que nunca tivemos um elenco tão bom para disputar uma competição como esta. Conseguimos uma forte união e determinação no grupo." Este será o terceiro confronto entre Brasil e Canadá em Mundiais. Em todas as vezes, a seleção saiu de campo vitoriosa: 1 x 0, no Chile, em 1987, e 2 x 0, na Argentina, em 2001. O último título de campeão mundial sub-20 conquistado pelos País foi em 1993, na Austrália. Os outros dois foram obtidos em 1983, no México, e em 1985, na extinta União Soviética. A seleção está no grupo C e, além do Canadá, enfrenta na primeira fase a República Tcheca, dia 1º de dezembro, e a Austrália, no dia 4. O Brasil deve jogar com Fernando Henrique; Daniel, Alcides, Adailton e Adriano; Dudu, Carlos Alberto e Andrezinho; Daniel Carvalho, Kléber e Nilmar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.