Brasil sai na frente para sediar Copa

A Fifa confirmou nesta sexta-feira que a Copa do Mundo de 2014 será realizada na América do Sul. Seguindo o princípio da rotatividade entre os continentes, a entidade declarou que, depois de a competição passar pela Ásia, em 2002, pela Europa, em 2006, e pela África, em 2010, finalmente será a vez dos sul-americanos terem sua chance. Nos bastidores da entidade, especula-se que poderia haver um "acordo de cavalheiros" entre Brasil e Argentina para que os brasileiros pudessem organizar uma Copa 74 anos depois da última vez que o Mundial esteve no País, em 1950.Em matéria do dia 4 de fevereiro, a Agência Estado já tinha adiantado que a Argentina estaria disposta a negociar com a CBF a retirada de uma candidatura própria para 2014 e deixar que o Brasil fique com o Mundial. Nesta sexta-feira, na sede da Fifa em Zurique, assessores da entidade voltaram a confirmar a existência de conversações para esse acordo seja firmado."Oficialmente não existe nada, mas todos sabem que poderá haver um acordo", afirma um alto funcionário da Fifa, que acredita que a realização da Copa no Brasil seria um fato importante para o futebol mundial.Sem a candidatura da Argentina, portanto, muitos acreditam que seria improvável que o evento não fosse dado ao Brasil. Mas os argentinos também não descartam uma aliança com chilenos e uruguaios para sediar a Copa. Assim, os argentinos, que organizaram o Mundial em 1978, repetiriam a experiência do Japão e da Coréia, que realizaram a Copa de 2002 em conjunto, pela primeira vez na história do Mundial.A Fifa, após o torneio do ano passado, fez uma avaliação da nova experiência e concluiu que o fato de a Copa ter sido disputada em dois países não prejudicou o rendimento dos jogadores e nem dos organizadores.A decisão de criar uma aliança sul-americana para 2014 teria dois objetivos: redução dos custos do evento e evitar uma disputa entre os países sobre quem organizaria o segundo maior evento esportivo do mundo, superado apenas pelos Jogos Olímpicos.Até hoje, apenas quatro Copas foram disputadas na América do Sul, entre elas a primeira, no Uruguai em 1930. Depois disso, o Mundial esteve no Brasil, em 1950, no Chile, em 1962, e na Argentina, em 1978. Muito pouco para um continente nove vezes campeão do mundo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.