Brasil tem até 31 de julho para apresentar projeto da Copa

A Fifa estabeleceu o limite de 31 de julho para o Brasil preparar e enviar seu projeto completo sobre como pretende organizar a Copa do Mundo de 2014. A entidade anunciou nesta quarta-feira que enviou às autoridades brasileiras e colombianas o caderno de encargos, com as exigências que os candidatos devem seguir para conquistar o direito de sediar o Mundial.A Fifa decidiu acelerar o processo de seleção com o objetivo de tentar favorecer o Brasil. O País, até o fim do ano passado, se apresentava como o único candidato da América do Sul, com apoio das demais federações nacionais da região. No último dia do prazo para países apresentarem candidaturas, a Colômbia anunciou que estava entrando na corrida.O documento enviado à CBF é chamado na Fifa de ?contrato do país-sede?. ?Este documento, que contém a lista essencial de requisitos que as associações que se candidatam - Brasil e Colômbia - devem cumprir ao apresentar os documentos oficiais da candidatura, é a base sobre a qual os países devem apresentar suas candidaturas?, afirmou a nota emitida pela Fifa.Assim que os projetos forem recebidos, a Fifa avaliará por quase dois meses os dossiês. Em setembro, a entidade enviará os grupos de inspetores para analisar a situação de cada país. Os inspetores irão aos estádios existentes, às cidades que serão sede de jogos e ouvirão dos governos como pretendem garantir questões como segurança e infra-estrutura.Entre novembro e dezembro, os inspetores divulgarão um relatório sobre cada um dos países que participa da corrida pela Copa. O documento será a base para que os membros do Conselho Executivo da Fifa escolham, ainda em novembro, o país que ficará com a realização do Mundial, que não acontece na América do Sul desde 1978, na Argentina.

Agencia Estado,

31 de janeiro de 2007 | 16h51

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.