Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Brasil tem retrospecto favorável em jogos contra a Espanha

Em oito confrontos, são quatro vitórias e dois empates; seleção goleou no único jogo realizado no Maracanã

O Estado de S. Paulo

30 de junho de 2013 | 08h00

SÃO PAULO - A final da Copa das Confederações deste domingo colocará frente a frente duas das principais seleções de futebol do mundo. Apesar disso, Brasil e Espanha se enfrentaram poucas vezes ao longo da história.

De 1934, ano do primeiro confronto, até hoje foram apenas oito jogos, com quatro vitórias brasileiras, dois empates e duas vitórias dos espanhóis. Dessas partidas, cinco foram em Copas do Mundo e três em amistosos.

O confronto que teve a maior goleada aconteceu justamente no Maracanã. A única vez que os dois times se enfrentaram no estádio foi em 13 de julho de 1950, em jogo válido pela primeira fase da Copa do Mundo. O Brasil venceu por 6 a 1, gols de Ademir Menezes (2), Chico (2), Jair Rosa Pinto e Zizinho, com Igoa descontando para os espanhóis.

A última vez que as duas seleções se enfrentaram foi em 1999, em amistoso disputado em Vigo. As duas equipes não saíram do 0 a 0. O Brasil era treinado à época por Candinho, enquanto que a Espanha tinha Pep Guardiola como volante.

A seleção brasileira não vence o adversário deste domingo há três jogos. A última vitória foi na Copa do Mundo de 1986, quando Sócrates marcou o único gol da vitória por 1 a 0, em jogo válido pela primeira fase daquele Mundial.

TODOS OS CONFRONTOS

Brasil 0 a 0 Espanha - 13 de novembro de 1999, amistoso

Brasil 0 a 3 Espanha - 12 de setembro de 1990, amistoso

Brasil 1 a 0 Espanha - 1 de junho de 1986, Copa do Mundo

Brasil 1 a 0 Espanha - 8 de julho de 1981, amistoso

Brasil 0 a 0 Espanha - 7 de junho de 1978, Copa do Mundo

Brasil 2 a 1 Espanha - 6 de junho de 1962, Copa do Mundo

Brasil 6 a 1 Espanha - 13 de julho de 1950, Copa do Mundo

Brasil 1 a 3 Espanha - 27 de maio de 1934, Copa do Mundo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.