Ed Ferreira/AE
Ed Ferreira/AE

Brasil treinará em Goiânia para Copa das Confederações

José Maria Marin anunciou base de treinamentos para o torneio em 2013 durante evento em Goiás

VÍTOR MARQUES, Agência Estado

19 de setembro de 2012 | 13h53

GOIÂNIA - O presidente da CBF, José Maria Marin, anunciou nesta quarta-feira que a seleção brasileira vai se preparar para a disputa da Copa das Confederações de 2013 em Goiânia. A confirmação da base de treinamentos da equipe no torneio do próximo ano foi feita pelo dirigente em evento no Palácio das Esmeraldas, sede do governo do Estado de Goiás, que contou com a presença de vários dirigentes e do governador Marconi Perillo (PSDB).

O período de treinamento da seleção brasileira em Goiânia ainda não foi definido, mas será entre o final de maio e o começo de junho. A Copa das Confederações vai ser disputada no país entre os dias 15 e 30 de junho. A partida de abertura, que contará com a participação do Brasil, está marcada para o Estádio Nacional de Brasília, que fica a aproximadamente 200 quilômetros de Goiânia.

O local de treinamentos da seleção brasileira ainda vai ser definido pela CBF e a comissão técnica, mas deve ficar entre o centro de treinamentos do Goiás e o do Atlético Goianiense. "Nos sentimos em casa em Goiânia. É um sentimento geral de toda a seleção brasileira", disse Marin.

De acordo com o presidente da CBF, o comissão técnica da seleção brasileira, dirigida por Mano Menezes, e Andrés Sanchez, diretor de seleções da CBF, deram o aval para a escolha. "Não foi coincidência nem obra da sorte a escolha por Goiânia. Foi uma escolha analisada", afirmou Marin. O dirigente explicou que a seleção brasileira não deve disputar amistosos em Goiânia antes da Copa das Confederações.

Perillo prometeu que o governo de Goiás vai atender todas solicitações da CBF para o período de treinamentos visando a competição. Perillo destacou que Goiânia ficou fora da relação de sedes da Copa do Mundo, mas terá a oportunidade de hospedar a equipe antes da Copa das Confederações. "Ficamos tristes com o anuncio das subsedes, mas agora estamos alegres. Vamos receber nada menos do que a seleção. É uma satisfação", disse.

Perillo espera que o período de treinamentos da seleção brasileira em Goiânia para a Copa das Confederações convença a CBF a levar a equipe a também se preparar para a Copa do Mundo na cidade. "Vamos tentar ganhar a confiança a trazer a seleção para a Copa do Mundo", disse.

Nesta quarta-feira, o Estádio Serra Dourada, em Goiânia, receberá o primeiro duelo entre Brasil e Argentina pelo Superclássico das Américas. O duelo de volta será no dia 3 de outubro na cidade de Resistência.

A Copa das Confederações de 2013 reunirá oito seleções e já tem sete representantes definidos: Brasil, Espanha, Japão, México, Uruguai, Taiti e Itália. O oitavo participante será o campeão da Copa Africana de Nações de 2013. O sorteio dos grupos do torneio será realizado no dia 1º de dezembro deste ano em São Paulo, no Anhembi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.