Gonzalo Alfaro /Efe
Gonzalo Alfaro /Efe

Brasil vence Colômbia e assume liderança isolada do Sul-Americano

Com vitória por 2 a 0, Brasil soma seis pontos e é o líder isolado do campeonato

Efe

04 de fevereiro de 2011 | 02h48

AREQUIPA, Peru - Desta vez o Brasil não teve uma atuação espetacular, mas ainda assim fez 2 a 0 na Colômbia na madrugada desta sexta-feira (horário de Brasília) na cidade peruana de Arequipa, e assumiu a liderança isolada do hexagonal final do Sul-Americano Sub-20, que dará duas vagas para a Olimpíada de Londres, em 2012. Os gols foram marcados por Casemiro e Diego Maurício.

Com o resultado, o Brasil chegou a seis pontos, contra quarto de Uruguai e Equador, e três da Argentina. A Colômbia, por sua vez, ainda não tem nenhum ponto, assim como o Chile.

Assim que a bola rolou, não demorou muito para o Brasil inaugurar o marcador. Logo aos 2 minutos, Casemiro aproveitou cruzamento da esquerda e completou de cabeça para o gol.

O esperado domínio brasileiro, no entanto, não ocorreu e a Colômbia começou a crescer na partida. Aos 20 minutos, Escobar chutou da direta e Gabriel fez ótima intervenção com o pé.

Três minutos depois, Oscar deu a resposta, mas o forte chute foi desviado pelo goleiro Mosquera. Na cobrança de escanteio, Alex Sandro cabeceou sozinho e a bola raspou o travessão.

Os colombianos ainda chegaram com perigo em algumas ocasiões no primeiro tempo, mas não conseguiram empatar.

O Brasil não voltou bem do intervalo e a Colômbia passou a dominar as ações, mas sem levar real perigo ao gol de Gabriel.

Neymar, que estava sumido, apareceu aos 25 minutos da etapa final. O atacante do Santos recebeu na esquerda, aplicou um drible curto no zagueiro e bateu de canhota na trave.

Após levar alguns sustos, o Brasil chegou ao seu segundo gol aos 44, com Diego Maurício. O atacante do Flamengo foi lançado pela direta e acertou uma bomba indefensável no Mosquera para finalizar o jogo.

Veja também:

linkSeleção festeja atuação no Sul-Americano Sub-20

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.