Brasileirão deixará de ter clássicos em rodadas finais

Departamento técnico da CBF sera orientado a montar uma nova tabela sem os clássicos nas últimas rodadas

SÍLVIO BARSETTI, Agência Estado

25 de fevereiro de 2013 | 17h22

RIO - Reunidos com o presidente da CBF, José Maria Marin, os dirigentes dos 20 clubes que disputam a série A do Campeonato Brasileiro decidiram na tarde desta segunda-feira pelo fim dos clássicos regionais nas últimas rodadas da competição.

Em 2011 e 2012, os duelos locais encerraram o primeiro e o segundo turno do Campeonato Brasileiro. Agora, o departamento técnico da CBF será orientado a elaborar uma tabela sem os clássicos.

De acordo com o presidente do Atlético-MG, Alexandre Kalil, a decisão de acabar com os clássicos nas rodadas finais foi tomada por votação. "Os clubes concordaram. Foi uma manifestação democrática da CBF", disse o mandatário do clube mineiro.

Também foi apresentada, durante a reunião, uma proposta de mudança no horário dos jogos. Mas os clubes concordaram em deixar a decisão a cargo da TV Globo, detentora dos direitos de transmissão. O executivo da Globo Esportes, Marcelo Campos Pinto, participa do encontro. "Os clubes estão satisfeitos com os horários", disse o presidente atleticano.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCBFBrasileirãoclássicos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.