Ernesto Guerra/ Santos FC
Ernesto Guerra/ Santos FC

Brasileirão Feminino começa com estrelas da seleção e promessa de equilíbrio

A presença de Cristiane, que trocou o São Paulo pelo Santos, e de Andressinha, que chegou ao Corinthians, devem atrair o público

Leandro Silveira, O Estado de S.Paulo

08 de fevereiro de 2020 | 04h30

Disputado por 16 clubes e com pausa para a realização da Olimpíada, O Brasileirão Feminino terá em campo algumas estrelas da seleção comandada por Pia Sundhage como principais atrações. Após uma movimentação intensa no mercado de transferências, a presença de Cristiane, que trocou o São Paulo pelo Santos, e de Andressinha, que chegou ao Corinthians após passagem pelo Portland Timbers, devem atrair as atenções do público.

"A gente começa a ter a entrada de clubes de camisa. E existe una responsabilidade para esses clubes, com cobranças das torcidas por resultados. Os clubes todos reforçaram seus elencos para esta temporada. Não só os paulistas, mas também Kindermann, Grêmio e Inter. O campeonato vai ser mais difícil. Teve reforço dentro de campo, mas também na comissão técnica", afirma Carolina Vallim de Melo, a coordenadora do futebol feminino da Ferroviária, clube que venceu o torneio em 2019.

A expectativa é para que Andressinha lidere o Corinthians, um dos clubes favoritos ao título. Invicto há 45 jogos, o time comandado por Arthur Elias manteve a base da equipe finalista do Brasileirão e campeã da Libertadores de 2019. Sua principal oponente nas competições no ano passado foi a Ferroviária. O clube de Araraquara o derrotou na decisão e perdeu na final continental. E a repetição desse protagonismo em 2020 não será uma surpresa.

O time perdeu Rosana para o Palmeiras, mas manteve suas principais jogadoras, como a goleira Luciana, heroína do título brasileiro, e ainda se reforçou com nomes como as atacantes Chú, que estava na China, e Patrícia Sochor, que chegou do Santos. "Sempre que você faz uma manutenção no grupo, você tem alguma vantagem, pelo entrosamento, especialmente nesse início", afirmou Tatiele Silveira, técnica da Ferroviária.

Os quatro clubes que conquistaram o acesso na temporada passada reforçaram a presença das principais potências do futebol masculino: São Paulo, Palmeiras, Grêmio e Cruzeiro. O clube do Morumbi, aliás, desponta como candidato ao título, mesmo após perder Cristiane, pois se reforçou com Gláucia, melhor atacante do último Brasileiro, e Duda, recentemente convocada para a seleção.

Um dos pioneiros do futebol feminino no Brasil, o Santos, campeão nacional, está reforçado por Cristiane e também por Thaisinha. Já para romper o favoritismo dos paulistas, a principal aposta é o Kindermann, que mantém um time em parceria com o Avaí, e confia na goleira Bárbara, da seleção, para surpreender. Além disso, é dirigido por Jorge Barcellos, técnico do Brasil no vice-campeonato mundial de 2007.  

O aumento do número de clubes de "camisa" ainda não se reflete no palco de realização das partidas, tanto que na primeira rodada, apenas Ponte Preta e Ferroviária, em Moisés Lucarelli e Fonte Luminosa, vão atuar nos estádios onde as equipes masculinas jogam. A principal atração da rodada inicial, por exemplo, o clássico entre Palmeiras e Corinthians, vai ser disputado em Vinhedo, com torcida única, a do clube alviverde.

O formato de disputa é o mesmo de 2019. Em turno único, os times se enfrentam e os oito melhores avançam para a fase seguinte. A partir das quartas de final, os confrontos serão disputados em ida e volta até a decisão, marcada para 6 e 13 de setembro.

Assim como no ano passado - por conta do Mundial da França -, está prevista uma pausa na competição, desta vez por conta dos Jogos Olímpicos de Tóquio. A segunda fase (quartas de final) terminará no dia 31 de maio e as semifinais começarão em 23 de agosto.

Confira os jogos da primeira rodada do Brasileirão Feminino:

SÁBADO

15h - Kindermann-SC x Vitória

17h - Grêmio x Minas Icesp-DF

17h - Ferroviária-SP x Audax-SP

17h - Santos x Flamengo

DOMINGO

14h - Palmeiras x Corinthians

15h - Internacional x São José-SP

15h - Ponte Preta x Iranduba-AM

SEGUNDA-FEIRA

19h - Cruzeiro x São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.