Brasileiro deixa seleção do Vietña

Edson Tavares demitiu-se neste domingo do comando da seleção do Vietnã. O treinador brasileiro havia sido contratado em março, mas decidiu abandonar o barco após a derrota por 3 a 0 para a Indonésia, sábado, em Hanói, pela Copa Tiger, disputada por equipes do Sudeste Asiático. ?Aceitamos o desejo de Tavares?, disse Mai Liem Truc, presidente da Federação Vietnamita de Futebol. A imprensa local considerou humilhante o resultado e sugere que também os dirigentes deveriam renunciar. O Vietnã vai mal também nas eliminatórias para a Copa de 2006.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.