Marcelo del Pozo/Reuters
Marcelo del Pozo/Reuters

Brasileiro diz não ter se desculpado por pisão em Lionel Messi

O zagueiro brasileiro Weligton, do Málaga, disse que não pediu desculpas para o meia-atacante argentino Lionel Messi, do Barcelona, pelo pisão que deu no jogador na partida entre as duas equipes neste sábado pelo Campeonato Espanhol.

EFE

29 de setembro de 2009 | 14h23

 

Veja também: 

Espanhol 09/10 - tabela Classificação / resultados

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

O Barcelona venceu o Málaga por 2 a 0 fora de casa em um jogo repleto de faltas. "Ele (Messi) já fez outras, como no ano passado, quando cuspiu em Duda (meio-campo português do Málaga) e não pediu desculpas", disse Weligton.

 

"São coisas que acontecem. Sei que me equivoquei, mas são coisas que acontecem e não serei o único", declarou o zagueiro, que disse saber que "errou", mas que está com "a consciência tranquila".

 

"Muitas coisas aconteceram em campo, coisas que não são vistas e a televisão só pegou o que eu fiz", acrescentou Weligton, que insistiu em que "isto acontece muitas vezes dentro do campo" e que o assunto "está morto" para ele.

 

O zagueiro lembrou que está há três temporadas no Málaga e que só recebeu três cartões vermelhos nesse período, "nenhum por dar pontapés em alguém", segundo ele.

 

"Há outras imagens que mostram que me atingiram", comentou o brasileiro em alusão, segundo ele, a uma agressão do atacante sueco Zlatan Ibrahimovic, do Barcelona, lance sobre o qual não "falaram para que o punissem".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.