Peter Kneffel/EFE
Peter Kneffel/EFE

Brasileiro estraga a festa do campeão Bayern de Munique

Roberto Firmino faz gol no final e sacramento o empate em 3 a 3

Agência Estado

29 de março de 2014 | 13h40

MUNIQUE - Roberto Firmino jogou água na cerveja do Bayern de Munique neste sábado. Foi do brasileiro o gol que determinou o empate em 3 a 3 contra o Hoffenheim, pela 28.ª rodada do Campeonato Alemão. Campeão por antecipação desde terça-feira, quando venceu o Hertha em Berlim, o Bayern usou o jogo deste fim de semana, na Allianz Arena, para celebrar o título junto com a sua torcida.

O resultado, porém, ficou longe do esperado pelos mais de 70 mil torcedores no estádio. Afinal, foi o primeiro jogo do Alemão em casa que o Bayern não ganhou. Até conquistar o título, seus únicos dois tropeços (empates) haviam sido fora de seus domínios. Se serve de atenuante, Guardiola usou time misto nesta tarde. A torcida até aplaudiu, comemorou o título, mas quem saiu de campo festejando foi Hoffenheim, apenas nono colocado do Alemão.

O meia Thiago Alcântara, filho de Mazinho e homem de confiança de Guardiola, deixou o campo machucado. O treinador disse que a situação é grave e que muito provavelmente ele terá de passar por cirurgia.

O JOGO

Quem abriu o placar na Allianz Arena foi o Hoffenheim, com Anthony Modeste, aos 23 minutos do primeiro tempo, após erro na linha de impedimento do Bayern. Antes do intervalo, contudo, ainda sairiam mais quatro gols. O peruano Pizarro, que entrou no lugar do poupado Müller, empatou o jogo aos 31, mostrando oportunismo na pequena área. Três minutos depois, outro reserva, o suíço Shaqiri, usado para dar descanso a Robben, virou a partida aproveitando ajeitada errada do peruano. Aos 40, Pizarro fez mais um, o quinto dele no Alemão. Ainda deu tempo de mais um gol do Hoffenheim, com Salihovic, em belíssima cobrança de falta.

Na segunda etapa, aos 30 minutos, o brasileiro Roberto Firmino estragou a festa bávara. Ele recebeu no mano a mano com Dante, que errou na cobertura, e bateu rasteiro tirando a bola do goleiro Starke. O reserva de Neuer ainda evitou a virada no finalzinho. Lahm e Alaba também foram poupados e ficaram no banco. Thiago Alcântara e Contento começaram jogando. Na terça, o Bayern vai à Inglaterra para enfrentar o Manchester United no jogo de ida das quartas de final da Liga dos Campeões.

G-4

Com o título definido, fica a briga pelo segundo lugar. Depois de empatar sem gols com o Schalke 04, terça-feira, no mesmo dia em que o Bayern conquistou o título, o Borussia Dortmund passou sufoco neste sábado. Fora de casa, perdia do Stuttgart até os 23 minutos do segundo tempo. Foi quando Georg Niedermaier cometeu pênalti, foi expulso, e, com um a mais, o Borussia conseguiu a virada para 3 a 2. Marco Reus marcou os três gols. Assim, o time de Dortmund retoma a vice-liderança, com 55 pontos, passando o Schalke 04, que havia ido a 54 depois de vencer o Hertha Berlin por 2 a 0 na sexta, na abertura da rodada.

Quem fica mais longe da briga é o Bayer Leverkusen, que fez feio em casa e só empatou em 1 a 1 com o lanterna Eintracht Braunschweiger. Com 48 pontos, permitiu a aproximação do Wolfsburg, que virou sobre o outro Eintracht, de Frankfurt, por 2 a 1. O brasileiro Naldo marcou aos 44 do segundo tempo, levando o Wolfsburg aos 47 pontos. Já o Mainz foi a 44 depois de fazer 3 a 0 no Augsburg, também neste sábado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.