Brasileiro ideal deve ter 20 clubes

O número ideal de clubes no Campeonato Brasileiro sempre provocou controvérsias. 16, 18, 20 ou os atuais 24? As opiniões e argumentos divergem bastante. Porém, uma simples análise na tabela de classificação da edição deste ano permite se chegar a um dado significativo. No caso de o modelo de pontos corridos ser mantido (como está) e de as regras para obtenção de vagas em competições internacionais forem mantidas, conclui-se que 20 é o mais indicado. O primeiro dado a ser considerado, antes de tudo, é a resposta para a seguinte pergunta: o que se entende por um campeonato competitivo e atraente, tanto para o torcedor como para a mídia? Diante disso, os cartolas são unânimes. Para se ter uma competição de pontos corridos que desperte o máximo interesse, é preciso elaborar fórmula que permita a todos os participantes estarem envolvidos em algum tipo de disputa até as últimas rodadas, seja ela pelo título, por vaga na Taça Libertadores da América ou Copa Sul-Americana ou para evitar o rebaixamento. Neste ano, dos 24 clubes que disputam o Brasileiro, pelo menos quatro estão fora desses grupos, ou seja, em situação insossa. São eles: Corinthians, Criciúma, Atlético-PR e Vitória, respectivamente 13.º, 14.º, 15.º e 16.º colocados. É verdade, por exemplo, que o Corinthians ou o Criciúma ainda tem chance de ficar com vaga na Sul-Americana. Porém, dependem de resultados de outras equipes para entrar na briga por tal objetivo. Correndo com as próprias pernas, de fato, 20 equipes estão envolvidas em alguma espécie de briga. Há outro detalhe interessante: se a batalha pela Sul-Americana, competição questionada quanto à sua importância e projeção, for desconsiderada e a análise se estender apenas até um lugar na Libertadores, o número de times envolvidos cai para 16. E já há uma certeza entre os dirigentes. A temporada 2004 vai ser ainda mais disputada, apesar de o número de participantes permanecer inalterado em relação a este ano. O diferencial está no número de rebaixados: serão quatro, contra dois em 2003. A intenção com esta mudança é de que, em 2006, chegue-se finalmente a 20 clubes, já que o acesso continuará como prêmio apenas para o campeão e vice da Segunda Divisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.