Brasileiros ajudaram outras 7 seleções

Garantido na Copa de 2006, o futebol brasileiro teve participação na classificação de outras sete seleções que vão disputar o Mundial da Alemanha. Portugal, Japão e Costa Rica conseguiram suas vagas graças ao trabalho de Luiz Felipe Scolari, Zico e Alexandre Guimarães. Além dos técnicos, Portugal e Japão contaram com brasileiros em campo nas Eliminatórias, assim como Croácia, México e Tunísia. Portugal se classificou com uma rodada de antecedência e, pela primeira vez na história, vai disputar dois mundiais seguidos. Até aqui, o país tinha participado das Copas de 1966, 86 e 2002. Atrás da vaga, Felipão teve no meio-de-campo Deco um dos pilares de sua seleção. O Japão, primeira equipe a se classificar depois da Alemanha, que é o país-sede, também tem brasileiros no comando técnico e dentro de campo. Zico foi pressionado pela imprensa durante a campanha, mas uma vitória contra a Coréia do Norte em 8 de junho serviu para carimbar o passaporte japonês. Dentro de campo, o ala e lateral-esquerdo Alex Santos foi titular em quatro dos seis jogos da fase final das Eliminatórias. A Costa Rica também é comandada por um brasileiro, mas Alexandre Guimarães é naturalizado costa-riquenho. Treinador do país na Copa de 2002, ele também defendeu a equipe como jogador na Copa de 1990. Nas duas vezes, ele perdeu do Brasil. Em 1990, a seleção brasileira venceu por 1 a 0 e em 2002 goleou por 5 a 2. Atual campeã africana, a Tunísia contou com dois brasileiros em seu elenco. O lateral-esquerdo Clayton, que disputou as Copas de 1998 e 2002, pode defender a seleção africana pelo terceiro mundial seguido. Já o atacante Francileudo dos Santos, autor de seis gols nas Eliminatórias, pode vestir a camisa da Tunísia em uma Copa pela primeira vez em 2006. A campanha do México, que vai para a Copa do Mundo pela 13ª vez, também contou com a ajuda de um brasileiro, o meia Zinha, autor de três gols. Eduardo da Silva, atacante descoberto em um campeonato de favelas do Rio, foi convocado para defender a Croácia em algumas partidas, mas ainda precisa garantir seu lugar no grupo que vai ao Mundial. A anfitriã Alemanha também conta com um brasileiro. O atacante Kevin Kuranyi vem se firmando como titular da seleção de Jurgen Klinsmann e já marcou uma vez contra o Brasil, em amistoso disputado em setembro do ano passado, que terminou empatado por 1 a 1.

Agencia Estado,

10 de outubro de 2005 | 09h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.