Natacha Pisarenko/AP
Natacha Pisarenko/AP

Brasileiros celebram vaga da Argentina para o Mundial

Jogadores da seleção afirmam que o Mundial fica mais interessante com a presença do rival sul-americano

Amanda Romanelli e Marcius Azevedo, Agencia Estado

14 de outubro de 2009 | 22h56

A histórica rivalidade com a Argentina foi deixada de lado, nesta quarta-feira, no encerramento das Eliminatórias Sul-Americanas, e os jogadores brasileiros celebraram a chegada dos hermanos ao seleto grupo de classificados para a Copa do Mundo de 2010, na África do Sul.

Veja também:

linkJOGO - Leia como foi Uruguai 0 X 1 Argentina

especialMAPA - Os países que já garantiram vaga na Copa

Eliminatórias da Copa - tabela Classificação | lista Tabela 

especial ELIMINATÓRIAS - Mais no canal especial

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Fiquei feliz pelos colegas argentinos terem passado por essas Eliminatórias, que foram tão difíceis", afirmou Julio Cesar, lembrando também das dificuldades enfrentadas pelo próprio Brasil, que sofreu para conquistar a vaga em Mundiais passados. Para o goleiro, a competição perderia muito se Messi não pudesse atuar em campos africanos. "O melhor jogador do mundo não pode ficar de fora da Copa".

Luís Fabiano concorda. O centroavante afirmou que o Mundial não seria o mesmo sem o craque argentino e a tradicional seleção. Mas brincou a respeito da suada classificação do rival. "Feliz, feliz, eu não estou", ironizou.

Antes do jogo contra a Venezuela, o artilheiro afirmou que melhor do que não ter a Argentina na Copa, seria tirá-la da disputa pelo título. Só o técnico Dunga destoou. "É bom ver um inimigo vivo? Eu concordo com o que um amigo disse: se o inimigo está com sede, dê sal a ele".

Para o técnico, uma Copa do Mundo nunca perderá a sua magnitude mesmo que uma seleção tradicional não esteja na disputa. "Quantos grandes jogadores ficaram fora? Mesmo assim, a Copa sempre é a Copa".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.