Brasileiros estão entre novas atrações nos clubes europeus

Daniel Alves, contratado pelo Barcelona (ESP) por 32 milhões de euros, é até agora o jogador mais caro

EFE,

25 de agosto de 2008 | 15h02

Neste fim de semana terá início mais uma temporada dos Campeonatos Espanhol e Italiano, historicamente os mais aguardados e caros da Europa - apesar do crescimento recente do Inglês no mercado internacional -, e que mais uma vez trazem os brasileiros como atrações.O maior símbolo do poder que estes dois campeonatos ainda representam é a transferência do meia-atacante brasileiro Ronaldinho Gaúcho do Barcelona para o Milan por 21 milhões de euros.Apesar de já ter sido prevista meses antes de ser concretizada,a contratação de Ronaldinho - que acaba de voltar dos Jogos Olímpicos de Pequim com a medalha de bronze conquistada com a seleção brasileira - é a de maior impacto no futebol italiano.Outro brasileiro que trocou a Espanha pela Itália foi o meia Júlio Baptista, contratado pela Roma junto ao Real Madrid por dez milhões de euros.O clube da capital espanhola sonhou com o português Cristiano Ronaldo e Kaká, mas poderá perder outro brasileiro: Robinho, que declarou várias vezes sua vontade de ir para o Chelsea.Irritada, a diretoria do Real liberou o jogador, mas com a condição de que ele pague sua multa rescisória, de cerca de 40 milhões de euros.No entanto, nenhum outro brasileiro fez com que um clube italiano desembolsasse tanto dinheiro quanto o atacante Amauri, contratado pela Juventus junto ao Palermo por 22,8 milhões de euros.Já o lateral-direito Daniel Alves protagonizou a maior transferência de toda a Europa até agora na temporada. Por ele, o Barcelona pagou 32 milhões de euros ao Sevilla.Na Inglaterra, o mercado que mais gastou dinheiro em novos jogadores neste começo de temporada também se rendeu aos brasileiros. O primeiro atuará fora das quatro linhas: o técnico Luiz Felipe Scolari, contratado a peso de ouro pelo Chelsea.O atacante Jô - outro que esteve em Pequim com a seleção - trocou o CSKA Moscou pelo Manchester City - que esteve perto de trazer Ronaldinho Gaúcho - por 24 milhões de euros.Na França, o Lyon pagou 14 milhões de euros ao Nice pelo meia brasileiro Ederson, ex-Juventude, e comparado por muitos a Juninho Pernambucano, outro ídolo do clube.Em todos os principais campeonatos, a falta de transferências de peso - à exceção de Ronaldinho Gaúcho - é tida como a grande surpresa deste início de temporada.Porém, os clubes têm até o dia 31 de agosto - data do fechamento do mercado de transferências - para desembolsar mais alguns milhões de euros. Em 2003, a venda do atacante brasileiro Ronaldo da Inter de Milão para o Real Madrid foi concretizada 15 minutos antes do fim do prazo.Veja as dez contratações mais caras da temporada na Europa até agora:1. Daniel Alves (BRA), Sevilla (ESP) ao Barcelona (ESP) - 32 milhões de euros 2. Luka Modric (CRO), Dínamo de Zagreb (CRO) ao Tottenham (ING) - 27 milhões de euros3. Robbie Keane (IRL), Tottenham (ING) ao Liverpool (ING) - 24 milhões de euros4. Jô (BRA), CSKA Moscou (RUS) ao Manchester City (ING) - 24 milhões de euros5. Amauri(BRA), Palermo (ITA) à Juventus (ITA) - 22,8 milhões de euros6. David Bentley (ING), Blackburn (ING) ao Tottenham (ING) - 22 milhões de euros7. Ronaldinho Gaúcho (BRA), Barcelona (ESP) ao Milan (ITA) - 21 milhões de euros8. Bosingwa (POR), Porto (POR) ao Chelsea (ING) - 20 milhões de euros9. Dani Güiza (ESP), Mallorca (ESP) ao Fenerbahçe (TUR) - 17,5 milhões de euros10. Martín Cáceres (URU), Villarreal (ESP) ao Barcelona (ESP) - 16,7 milhões de euros

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.