JF Diório/Estadão
JF Diório/Estadão

Brasileiros ficam fora da lista de árbitros do Mundial de Clubes

Trio designado pela Conmebol para competição é colombiano

EFE

10 de novembro de 2015 | 10h51

O Brasil não terá árbitros escalados para o Mundial de Clubes da Fifa, que será disputado em dezembro, no Japão, de acordo com lista divulgada nesta terça-feira pela entidade internacional.

O trio designado pela Conmebol para atuar na competição é colombiano, comandado por Wilmar Roldán, com os auxiliares Alexander Guzmán Bonilla e Cristian Jairo de la Cruz Achicanoy. Como não há uma equipe brasileira na competição, já que o River Plate, da Argentina, levantou a taça da Copa Libertadores e garantiu a vaga, era possível a participação de árbitro e auxiliares brasileiros.

Roldán, escolhido para o Mundial, apitou neste ano a decisão da Copa América, entre Chile e Argentina. Além disso, o árbitro integrou o quadro a Copa do Mundo, disputada em 2014.

Das sete equipes que disputarão o torneio, cinco já estão definidas. Além de River, Barcelona (Espanha), América (México), Mazembe (Congo), e Auckland City (Nova Zelândia) estão garantidas. As duas últimas vagas irão para o campeão da Ásia e o vencedor do Japão.

Trios de arbitragens designados para o Mundial de Clubes da Fifa:

AFC (Ásia)

Árbitro: Alireza Faghani (Irã). Auxiliares: Reza Sokhandan e Mohammadreza Mansouri (ambos do Irã).

CAF (África)

Árbitro: Alioum Alioum (Camarões). Auxiliares: Evarist Menkouande e Elvis Guy Noupue Nguegoue (ambos de Camarões).

CONCACAF (Américas Central e do Norte)

Árbitro: Joel Aguilar (El Salvador). Auxiliares: Juan Francisco Zumba Galán (El Salvador) e Marvin Torrentera (México).

CONMEBOL (América do Sul)

Árbitro: Wilmar Roldán (Colômbia). Auxiliares: Alexander Guzmán Bonilla e Cristian Jairo de la Cruz Achicanoy (ambos da Colômbia).

OFC (Oceania).

Árbitro: Matthew Conger (Nova Zelândia). Auxiliares: Tevita Makasini (Tonga) e Simon Lount (Nova Zelândia).

Uefa (Europa)

Árbitro: Jonas Eriksson (Suécia). Auxiliares: Mathias Klasenius e Daniel Warnmark (ambos da Suécia).

Apoio

Árbitro: Ryuji Sato (Japão). Auxiliar: Akane Yagi (Japão).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.