Josh Sibley/Reuters
Josh Sibley/Reuters

Brasileiros marcam e Chelsea abre ganhando a Liga dos Campeões

William, Oscar e Diego Costa fazem gol nos 4 a 0 sobre o Maccabi

Estadão Conteúdo

16 de setembro de 2015 | 17h58

Os brasileiros deram show nesta quarta-feira e carregaram nas costas o time do Chelsea na rodada de abertura da fase de grupos da Liga dos Campeões. William, Oscar e Diego Costa, que se naturalizou espanhol, marcaram os gols da vitória por 4 a 0 sobre o Maccabi Tel Aviv, de Israel, no Stamford Bridge, em Londres. Cesc Fàbregas anotou o outro gol dos anfitriões.

Apesar da clara superioridade, o time de José Mourinho teve dificuldade para abrir vantagem no placar, na estreia da equipe no Grupo G. A primeira grande chance surgiu justamente com um brasileiro. Logo aos 3 minutos, Willian invadiu a área e só não balançou as redes porque sofreu falta do goleiro Rajkovic.

O meia, contudo, não teve a chance de bater a penalidade. Eden Hazard foi para a cobrança, mas decepcionou a torcida ao pegar mal na bola e mandar para fora. Sem poder bater o pênalti, Willian teve outra oportunidade de bola parada para deixar sua marca. Aos 15, ele bateu falta na área e viu a bola percorrer a área e entrar direto no gol, surpreendendo o goleiro do time israelense.

Antes do intervalo, nos acréscimos, Oscar também marcou o seu, em outro pênalti. Mais eficiente que Hazard, bateu com tranquilidade no canto direito do goleiro e aumentou a vantagem do Chelsea. O lance que gerou a penalidade também foi todo brasileiro. Oscar havia dado belo passe para Diego Costa, que sofreu falta de Ben Haim dentro da área.

No segundo tempo, o Chelsea ampliou o placar com o próprio Diego Costa. Na jogada, Fàbregas cruzou na área e o centroavante escorou de joelho, acertando o ângulo. Com amplo domínio na partida, e posse de bola de até 61%, o time londrino seguiu pressionando até o fim e aproveitou um contra-ataque, após investida do Maccabi no ataque, para selar o marcador, aos 34.

Hazard iniciou o lance e Remy, num ataque de quatro contra apenas dois defensores do rival, bateu forte da entrada da área. O goleiro espalmou e a bola sobrou para Fàbregas completar com facilidade para as redes.

Na outra partida da chave, Porto e Dínamo de Kiev empataram por 2 a 2, em solo ucraniano. Vincent Aboubakar foi o nome do jogo ao anotar os dois gols do time português. Oleg Gusev e Vitaly Buyalsky balançaram as redes pela equipe da casa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.