International Table Tenis Federation
International Table Tenis Federation

Brasileiros vencem russos e avançam em 2º no Mundial por Equipes de Tênis de Mesa

No feminino, brasileiras são eliminadas na primeira fase e vão disputar torneio de consolação

Estadão Conteúdo

02 Maio 2018 | 11h10

A seleção brasileira masculina avançou em segundo lugar na sua chave às oitavas de final do Mundial por Equipes de Tênis de Mesa, que está sendo realizado em Halmstad, na Suécia. Nesta quarta-feira, na rodada final do Grupo B, o Brasil superou a Rússia por 3 a 0, fechando a sua participação nesta etapa da competição com três vitórias e uma derrota.

+ Força mental coloca Hugo Calderano entre os melhores no tênis de mesa

+ Tudo sobre esportes

Na sua chave, nas rodadas anteriores, a seleção brasileira havia passado por República Checa (3 a 1) e Portugal (3 a 0), só sendo derrotado pela sempre favorita China, que triunfou por 3 a 0.

"Saímos em segundo lugar no grupo, o que é um resultado muito gratificante. Colocamos o Brasil em um patamar muito legal. Agora, temos de esperar o sorteio para ver quem vamos pegar nas oitavas de final. Todos os times são fortes, pois são as 12 melhores seleções do mundo. É uma satisfação estar entre elas. Vamos continuar fazendo nosso melhor", disse o técnico Francisco Arado, o Paco.

No Mundial por Equipes, o líder de cada chave se classifica diretamente às quartas de final, enquanto o segundo e o terceiro vão participar das oitavas. O Brasil, assim, terá pela frente algum terceiro colocado, sendo que o seu rival será determinado através de sorteio.

No confronto com a Rússia, o primeiro brasileiro a jogar foi Gustavo Tsuboi, que encarou Vildan Gadiev, 693º do ranking mundial e o derrotou por 3 a 1 (11/6, 11/8, 3/11 e 11/8). Depois, Hugo Calderano, o principal nome do tênis de mesa brasileiro, superou Sadi Ismailov, 183º do mundo, por 3 a 0 (11/6, 11/9 e 11/9). Na sequência, Eric Jouti enfrentou Denis Ivonin, na 455ª colocação do ranking, e o venceu por 3 a 1 (8/11, 11/9, 11/6 e 11/6), fechando o confronto em 3 a 0 para o Brasil.

TORNEIO FEMININO

No Mundial Feminino, a seleção brasileira perdeu os cinco jogos que fez na fase de grupos, para Coreia do Sul, Hong Kong, Alemanha, Tailândia e Luxemburgo. Agora, então, disputará do 13º ao 24º lugar, sendo que a Polônia será seu primeiro rival no torneio de consolação.

"Desde o começo, a gente sabia que o grupo era forte e que poderíamos ganhar um, dois ou até mesmo nenhum jogo, o que aconteceu. Mas elas não terem ficado abaladas com isso e terminarem jogando como fizeram hoje foi um ponto positivo. Para nós, agora é um outro campeonato. Cada jogo será uma final visando um grande objetivo", afirmou o técnico Hugo Hoyama.

Mais conteúdo sobre:
tênis de mesa Hugo Calderano

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.