AFP
AFP

Brasília faz história e elimina o Goiás na Copa Sul-Americana

Time do Distrito Federal vence por 2 a 0 em pleno Serra Dourada

Estadão Conteúdo

25 Agosto 2015 | 23h37

O que pouca gente acreditava ver, aconteceu. O Brasília surpreendeu o Goiás, em pleno estádio Serra Dourada, em Goiânia, vencendo por 2 a 0, nesta terça-feira, e avançou às oitavas de finais da Copa Sul-Americana. É um feito histórico, mesmo porque é a primeira vez que um clube do Distrito Federal participa de uma competição internacional. No jogo de ida, no estádio Bezerrão, em Brasília, houve empate sem gols.

Além de faturar perto de R$ 500 mil reais pela vaga, o Brasília agora aguarda seu próximo adversário que sairá do confronto entre Atlético Paranaense e Joinville. O time de Curitiba está em vantagem porque na ida, em Santa Catarina, venceu por 2 a 0 e nesta quinta-feira vai atuar em casa e contra um adversário com jogadores reservas.

O curioso é que o Goiás tinha poupado alguns titulares no jogo de ida. Mas desta vez o técnico Julinho Camargo usou o que tinha de melhor, porém esteve em uma noite infeliz. E vinha embalado por duas excelentes vitórias por 3 a 0, no Brasileirão, em cima do São Paulo, no Morumbi, e do Vasco, em Goiânia.

Os dois gols do time candango foram feitos no começo do segundo tempo - com André, aos cinco, após escanteio cobrando por Bruno Morais, que marcou o segundo aos nove minutos. O Goiás teve a chance de diminuir aos 21, quando Erik desperdiçou uma penalidade máxima, com a bola tocando na trave.

Ao final do jogo, o Brasília comemorou muito a vitória como se tivesse conquistado um título. Na Copa Sul-Americana por ter sido campeão da Copa Verde de 2014, o time não disputa nenhuma divisão do Campeonato Brasileiro nesta temporada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.