Ed Ferreira/Estadão
Ed Ferreira/Estadão

Brasília recebe clássico carioca entre Vasco e Flamengo

Clássico será disputado às18h30 deste domingo

LEONARDO MAIA, Agência Estado

14 de julho de 2013 | 09h18

RIO - A maior rivalidade do futebol do Rio foi transposta neste domingo para Brasília. Na capital federal, Vasco e Flamengo se enfrentam pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro, a partir das 18h30, no Estádio Mané Garrincha. Resultado do impasse com o consórcio que administra o Maracanã, encerrado apenas na última sexta-feira, quando a diretoria flamenguista assinou acordo para mandar seus jogos no local.

Mas, apesar de longe de casa, os jogadores dos dois times deverão experimentar um ambiente semelhante ao que seria visto no Maracanã. Até a noite de sexta-feira, 50 mil ingressos tinham sido vendidos antecipadamente para o clássico deste domingo. Assim, o Mané Garrincha estará lotado para ver um jogo de duas equipes que estão em mau momento na competição - o que só mostra a força popular de flamenguistas e vascaínos em Brasília. Promessa de um duelo em que a rivalidade estará ainda mais exacerbada.

"É um sentimento gostoso participar de um clássico desse tamanho, com esse apelo popular, mesmo sendo fora do Rio. A responsabilidade em campo será dividida", comentou o técnico Mano Menezes, que chegou recentemente ao Flamengo. "É bom para o jogo. Você ataca um pouco, eles atacam um pouco. Quem erra menos, ganha. Você entra com essa responsabilidade repartida. É melhor quando ambas as equipes procuram a vitória."

De um lado, Mano Menezes fará sua primeira aparição em um clássico carioca. Do outro, Dorival Júnior inicia sua segunda passagem pelo Vasco, justamente contra o time que o dispensou no início do ano pelo alto salário.

"É para isso que a gente trabalha, para viver grandes jogos. Acredito que seja o mesmo sentimento dos jogadores. Vamos trabalhar nas últimas horas para que a gente consiga fazer um grande jogo", disse Mano Menezes, que se recusou a divulgar a escalação do Flamengo com antecedência.

No Vasco, Dorival Júnior deve promover consideráveis mudanças com relação ao time derrotado por 5 a 3 pelo Internacional na última partida, ainda sob o comando de Paulo Autuori. A julgar pelo treino de sexta-feira em São Januário, Renato Silva volta à zaga e Eder Luís, ao ataque.

Com os rivais em maus lençóis no campeonato e os dois técnicos em início de trabalho, uma vitória é imperativa. O triunfo sobre o principal rival dará tranquilidade para dar rumo ao time, até o próximo encontro, já de volta ao Maracanã, quando o torcedor carioca poderá reviver a maior rivalidade local em seu melhor e maior palco.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoFlamengoVasco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.