Brasiliense derrota o Paraná e se afasta do rebaixamento

Na luta para se distanciar da zona de rebaixamento, o Brasiliense se deu melhor que o Paraná, ao vencer por 3 a 1, nesta terça-feira, em Curitiba, na abertura da 31.ª rodada da Série B. Os dois times agora somam 37 pontos, mas a equipe do Distrito Federal ficou em 12.º lugar, uma posição à frente do adversário, por ter melhor saldo de gols - 6 a 8.O Paraná começou melhor o jogo, mas quem abriu o placar foi o Brasiliense. Aos 27 minutos do primeiro tempo, Marcinho recebeu belo passe de Iranildo e bateu na saída do goleiro. Após o gol, os donos da casa reagiram e passaram a pressionar. O empate, porém, aconteceu somente aos 14 minutos do segundo, com o volante Pituca, que pegou rebote do goleiro Guto.O visitante, no entanto, não desistiu. E passou de novo à frente num contra-ataque, quando a bola sobrou nos pés do meia Adrianinho, que ajeitou e bateu da entrada da área, aos 29. O Paraná ainda tentou empatar, mas acabou sofrendo o terceiro aos 43 minutos. A defesa rebateu e a bola sobrou para o chute cruzado de Jardel, fechando o placar.No dia 25 de outubro, às 16 horas, o Paraná volta a campo para enfrentar o Barueri, na Arena Barueri. Já o Brasiliense joga contra o Criciúma na próxima terça-feira, às 20h30, no Estádio Serejão, em Taguatinga.Ficha Técnica:Paraná 1 x 3 Brasiliense Paraná - Mauro (Gabriel); Murilo, Daniel Marques, Fabrício e Fabinho; Agenor, Pituca, Kléber e Giuliano; Ricardinho (Éder) e Rodrigo Pimpão (Cristiano). Técnico: Paulo Comelli Brasiliense - Guto; Patrick (Paulo Ricardo), Ailson, Fábio Braz e Edinho; Bidu, Juninho, Marcinho (Adrianinho) e Iranildo (Jardel); Diogo e Jóbson. Técnico: Reinaldo Gueldini.Gols - Marcinho, aos 27 minutos do primeiro tempo; Pituca, aos 14, Adrianinho, aos 29, e Jardel, aos 43 minutos do segundo tempo.Cartões amarelos - Agenor e Pituca (Paraná); Marcinho, Diogo e Jardel (Brasiliense).Árbitro - Adriano Pereira Machado (RJ).Renda - R$ 64.845,00.Público - 4.157 pagantes (4.480 total).Local - Estádio Durival de Brito, em Curitiba (PR).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.