Brasiliense joga com três volantes

O Brasiliense, atual campeão da Série C, estréia neste sábado, no estádio Elmo Serejo, o "Boca de Jacaré", diante do Palmeiras, em Taguatinga (DF) pelo Campeonato Brasileiro da Série B. Mas entra em campo temendo uma vingança alviverde, uma vez que será o primeiro adversário do time paulistano após a derrota de 7 x 2 para o Vitória, quarta-feira pela Copa do Brasil."A aparente fragilidade alviverde não anima o Brasiliense", diz o empresário Luiz Estevão de Oliveira Neto, dono do time criado há menos de três anos, e que terá uma rádio exclusiva, a OK FM, para transmitir seus jogos.Precavido, o técnico Reinaldo Gueldini montou o esquema de jogo com três volantes - Deda, Carioca e Marquinhos - para não virar "sparring" do Palmeiras. "Em qualquer circunstância o Palmeiras é uma grande equipe", justifica o técnico. "O jogo poderia terminar em 14x10, o Palmeiras desperdiçou muitas oportunidades, e nossa equipe não entrará em campo acreditando que resultados como este se repetem facilmente", desconfia.Gueldini tem outras preocupações em vista. O time acaba de ser montado, e a maior parte dos reforços chegou há uma semana. Além dos atacantes Túlio Maravilha e Sinval, o Brasiliense contratou três meias-direitas (Iranildo, Paulo Isidoro e Evandro) mais o zagueiro Batata.Talvez por falta de entrosamento do elenco, e desejando atacar mais para se defender, Túlio Maravilha (ex-Botafogo), três vezes artilheiro da Série A (1989, 1994 e 1995), pode dar lugar a Wellington Dias, enquanto Maurício é opção para substituir o ponteiro Igor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.