Brasiliense promete ir à Fifa contra Duque de Caxias

Nesta terça-feira, o presidente do Brasiliense, Luiz Estevão, ex-senador cassado, confirmou que vai recorrer à Federação Internacional de Futebol (Fifa) para pedir o cancelamento da absolvição do Duque de Caxias no Campeonato Brasileiro da Série B. Em entrevista coletiva no Centro de Treinamento do Setor de Clubes de Brasília, o dirigente falou sobre a absolvição do clube carioca no Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), no Rio de Janeiro, na semana passada.

AE, Agência Estado

14 de dezembro de 2010 | 20h21

O Duque de Caxias escalou o volante Leandro Chaves, por duas vezes, mesmo punido com o terceiro cartão amarelo, pela Série B do Brasileiro deste ano. "A punição automática pelo cartão vermelho ou terceiro amarelo é uma norma mundial, não da CBF ou de quem organize a Série A ou B. O Brasiliense vai até à Fifa na busca de serem respeitados o que julga serem os seus direitos", afirmou o dirigente.

O STJD ainda não tem previsão do julgamento do embargo declaratório pedido pelo Brasiliense. Se o Duque de Caxias fosse condenado pela escalação do volante Leandro Chaves, a equipe fluminense cairia para a 17.ª posição da Série B, ficando com a vaga que é do Brasiliense na zona de rebaixamento para a Série C de 2011.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFifaBrasilienseDuque de Caxias

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.